Brasil reconhece nova presidente da BolíviaÍcone de fechar Fechar
    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O governo brasileiro reconheceu nesta quarta, 13, a senadora Jeanine Áñez como nova presidente da Bolívia. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores saudou a determinação de Jeanine em trabalhar pela realização de novas eleições e diz que quer aprofundar a "fraterna amizade" entre Brasil e Bolívia. "O governo brasileiro congratula a senadora Jeanine Áñez por assumir constitucionalmente a Presidência da Bolívia e saúda sua determinação de trabalhar pela pacificação do país e pela pronta realização de eleições gerais. O Brasil deseja aprofundar a fraterna amizade com a Bolívia", diz a nota.

A senadora do partido oposicionista Unidad Demócrata declarou-se presidente da Bolívia na noite da terça-feira, 12. "Assumo imediatamente a Presidência", disse Jeanine, embora a bancada do MAS, partido liderado pelo ex-presidente Evo Morales, não estivesse presente no Congresso.

Morales, que está asilado ao México após renunciar ao cargo de presidente boliviano, disse nesta quarta que a Organização dos Estados Americanos (OEA) se juntou ao golpe de Estado e a chamou de "neogolpista". Morales pediu que militares e policiais não "metam bala no povo". "Eu recomendo aos novos políticos da América Latina cuidado com a OEA. A OEA é neogolpista."