Evento celebra a cultura do hip hopÍcone de fechar Fechar

SESC RIO PRETO

Evento celebra a cultura do hip hop


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

A história e a importância do hip hop são reverenciadas em Rio Preto com o evento que celebra a cultura desse movimento social e artístico que surgiu nos bairros periféricos de Nova York, EUA, no final dos anos 60.

O Rip Rop Rio pReto (RRRR) ganha mais uma edição na cidade e possui programação nesta sexta e sábado, 8 e 9 de novembro, no Sesc Rio Preto. Entre os destaques está a exibição do documentário que aborda a importância do papel da mulher no mundo do hip hop. O filme "Lugar de Mulher", contemplado pelo prêmio Nelson Seixas 2019, propõe a experimentação da linguagem audiovisual dentro desse movimento artístico.

A ideia do documentário surgiu da MC Ana Paula Ribeiro, organizadora do Duelo de Titãs - competição de danças urbanas que reúne bboys e bgirls de várias partes do Brasil. Responsável pelo registro dos encontros, ela passou a amadurecer a ideia de construir um material que pudesse demonstrar a importância do papel da mulher no movimento artístico da cidade.

"Quando pensei em fazer o documentário, quis exaltar essas mulheres que fizeram parte da revolução desse movimento e que, além de artistas, são verdadeiras guerreiras", explicou Ana. O vídeo com 35 minutos de duração contou com produção de Isabella Ribeiro; edição de Fabrício Farinasso; arte final de Leitão One e trilha sonora de DJ Basim.

O documentário reúne relatos de mulheres que fizeram parte da história desse movimento e que ainda estão na cena regional. Entre as personagens que contribuíram com relatos estão MC Gra, Poetisa, Rosa Lee, JaKe, Loren, Just. B.Girls, Bela Isa, Carol Oliveira, Fabiana Soave, entre outras.

"Elas falaram muito da falta de reconhecimento e sobre as dificuldades que sofriam pelo simples fato de serem mulheres. Elas também lembram a falta de oportunidade, da necessidade de ter que se virar sozinha e da dificuldade da aceitação da família".

A exibição será realizada nesta sexta-feira, às 20h, no Teatro do Sesc. A entrada é livre, mas é necessário retirar os ingressos a partir das 19h30.

Evento

Além da exibição do documentário, a programação contempla os quatro elementos da cultura do hip hop. Nesta sexta-feira, às 21h, na Comedoria, a DJ Tati Laser é quem comanda as pickups tocando underground, R&B e soul, em uma noite onde artistas locais apresentam o que há de mais novo na cidade.

Já no sábado, das 14h às 18h, rola o encontro de DJ's. Os DJ's Bock, Basim, Dennon e Shinpa realizam uma apresentação simultânea para agitar a roda das BGirls e dos Bboys. No mesmo local, juny kp! conversa sobre as origens da Cultura Hip Hop, enquanto DJ Basim ilustra cada personagem citado.

O objetivo do RRRR é fomentar a reflexão das novas gerações do hip hop em Rio Preto, cidade que é um dos polos criativos na geografia brasileira dessa cultura. A festa começou na quinta-feira, 7, com uma discotecagem do DJ Basim e MC Kamau. Com mais de 15 anos de experiência, o DJ Basim já venceu a etapa brasileira do maior campeonato de DJs do mundo, o DMC, e representou o Brasil na final mundial, em 2016. Já o MC Kamau rima desde 1997, sendo referência para muitos dos MC's em destaque na cena atual e admirado por veteranos.

Serviço

  • Exibição do documentário Lugar de Mulher. Sexta, dia 8. Sesc Rio Preto, a partir das 20h. Entrada gratuita. Distribuição de ingressos a partir das 19h30