Diário da Gratidão faz 50 exames de PSAÍcone de fechar Fechar

NOVEMBRO AZUL

Diário da Gratidão faz 50 exames de PSA


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Aconteceu nesta segunda-feira, 25, a campanha Novembro Azul do Diário da Região em parceria com o Hospital de Base. Cerca de cem homens de corporações policiais assistiram a uma palestra sobre câncer de próstata e aproximadamente 50 fizeram o teste sanguíneo de PSA, um dos que detectam se há alguma anormalidade na próstata.

Participaram integrantes da Polícia Militar, do Baep, da Polícia Rodoviária e do Corpo de Bombeiros. "A intenção desta campanha é abordar o maior número possível de homens e levar a eles a importância da prevenção, por isso pensamos na polícia", afirma Marilza Guerra da Silveira, assessora executiva do HB.

O médico José Carlos Mesquita, chefe do Serviço de Urologia do HB, falou sobre a doença e também esclareceu dúvidas dos presentes. O especialista destacou a importância do diagnóstico precoce antes que a doença se espalhe e vá para outros locais como ossos e gânglios. A detecção no início do tumor só é possível com exames anuais - a partir dos 45 anos para quem não tem histórico familiar e antes para quem tem algum caso de tumor na família ou outros fatores de risco.

Apenas metade dos homens presentes realizou o exame porque o restante não se enquadrava nos pré-requisitos - além da idade, a pessoa não pode ter andado de moto, por exemplo. "A campanha foi um sucesso porque conseguiu colocar cem homens em uma sala para falar de um assunto que para eles é tão difícil. O doutor Mesquita fez o possível para desmistificar a doença", diz Marilza. Segundo ela, muitos dos participantes pegaram o contato da equipe para se consultar e tirar mais dúvidas.

A assessora do HB acredita que o conhecimento não ficará limitado aos presentes. "Eles acabam comentando e vai disseminando a informação. Isso é muito importante, essa era nossa intenção: passar o máximo de informação possível". Caso os exames realizados nesta segunda apresentem alguma irregularidade o paciente será encaminhado para mais testes e, se necessário, tratamento contra o câncer.

De acordo com o Datasus, desde setembro de 2014 a agosto de 2019 os tumores de próstata provocaram 2.276 internações na região e 257 mortes, 32,2% delas em pessoas com idade acima dos 80 anos. A neoplasia é a segunda mais comum entre os homens - atrás apenas do câncer de pele não melanoma, mais recorrente na população em geral.