Vigilante tem liberdade negada pela JustiçaÍcone de fechar Fechar

Feminicídio

Vigilante tem liberdade negada pela Justiça


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O juiz Luiz Guilherme Pião, da 2º Vara Criminal de Rio Preto, negou o pedido de liberdade provisória ao vigilante Carlos Humberto de Freitas Nogueira, 54 anos, preso no dia 20 de outubro acusado de matar a tiros a esposa, Saiara Maria de Jesus Nogueira, 31 anos, no bairro Anchieta.

A mulher foi assassinada na frente da filha, após uma briga entre o casal. A menina ficou ao lado do corpo da mãe até a chegada da Polícia Militar e dos paramédicos.

O pedido foi feito pela advogada de defesa do vigilante, Silvia Mara Rocha de Lima, com alegação de que o tiro teria ocorrido de forma acidental, mas o argumento não foi aceito pelo magistrado. O vigilante está preso no CDP de Rio Preto. Para Pião, há risco de Carlos Humberto tentar abordar as testemunhas e atrapalhar as investigações.