PM prende suspeito de abusar de mulher com deficiênciaÍcone de fechar Fechar
    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

A Polícia Militar prendeu na tarde desta segunda-feira, 4, um homem de 33 anos suspeito de ter estuprado uma mulher de 29 anos, com deficiência intelectual, no Jardim Nunes, zona norte de Rio Preto. Ela foi abordada quando saía de uma padaria, sozinha, e retornava para casa.

Segundo informações da Polícia Militar, após o estupro, a jovem retornou sozinha para casa e contou para a irmã que tinha sofrido violência sexual. Também havia nela hematomas pelo corpo causados pelo estuprador. Imediatamente a irmã da jovem ligou para a Polícia Militar, que após ouvir a vítima foi ao endereço do emprego e depois até a casa do suspeito.

De acordo com a PM, o agressor teria confessado ter mantido relações sexuais sem o consentimento da vítima. Após a confissão, o homem foi levado para a Central de Flagrantes, onde o delegado de plantão Roberval Macedo determinou a prisão em flagrante do suspeito, que foi levado para a carceragem da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). O caso será encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Rio Preto.

Vulnerável

Como a vítima tinha deficiência intelectual, o caso é registrado como estupro de vulnerável. Conforme o Diário mostrou na edição do dia 30 de outubro, a cada dez registros na polícia da região de casos de estupro, em sete as vítimas são vulneráveis - além das pessoas com deficiência, são consideradas vulneráveis pessoas incapacitadas ou crianças com menos de 14 anos.

De janeiro a setembro deste ano, foram registrados 432 casos de violência sexual, sendo 326 deles contra os vulneráveis, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP).