IMG-LOGO
Home Saúde e Beleza
Beleza

Guia do laser: Aparelhos ajudam a cuidar da beleza do rosto e do corpo

Jéssica Reis - 09/11/2019 00:15

Quer remover manchas, apagar tatuagem que não deu certo, melhorar aspectos de estrias e celulites, eliminar vasinhos das pernas ou rejuvenescer? Para todos esses problemas a solução pode estar nos lasers. É isso mesmo, tratamentos com laser estão cada vez mais eficientes e menos agressivos. Para cada tipo de problema há uma indicação de laser ou a associação dele a outros procedimentos.

Atualmente, além de cuidar da beleza, diversas doenças podem ser tratadas com laser, segundo o dermatologista Carlos Roberto Antonio, da clínica Pelle e professor responsável pela Cirurgia Dermatológica e Laser da Famerp. Entre as doenças o médico cita: acne, alopecias, rosácea, hidrosadenite, problemas ligados aos pelos, micose de unhas e prevenção de câncer de pele. "O laser emite uma luz potente que tem atração por uma cor específica de uma estrutura da pele ou pele. Esta luz é direcionada ao alvo e queima-o eliminando ou tratando aquela condição", explica Antonio em relação aos tratamentos na pele.

O dermatologista Guilherme Bueno, da clínica Vitta, explica que toda as pessoas podem realizar tratamentos a laser, independente de idade, sexo ou dor da pele. "Precisamos respeitar as contra-indicações, como, por exemplo, alguns lasers não podem ser realizados em gestantes ou pacientes com doenças autoimunes, bronzeados ou com infecções ativas", diz.

No entanto, na pele negra os cuidados devem ser redobrados quando comparado com a pele clara para a realização de procedimentos. "Devido a maior quantidade de melanina, a pele negra tem mais facilidade de manchas. Assim como a formação de cicatrizes é menor em pele clara e mais comum bna pele negra, por causa da produção de colágeno que aparecem em maior quantidades nos negros, e isso faz com que haja tendência a formar queloides e cicatrizes", explica a dermatologista Tatiane Almeida, da clínica Derm.

E já imaginou fazer um procedimento estético pela manhã ou no seu horário de almoço? Sim, isso é possível, segundo os especialistas. Tecnologias como ultrassom, microfocado, laser toning, radiofrequência, ondas de choque e Ledterapia permitem uma recuperação mais rápida, segundo Bueno. Mas, Tatiane recomenda alguns cuidados como, evitar exposição solar e sempre utilizar o filtro, assim como produtos com ativos hidratantes e cicatrizantes, que vão acelerar a regeneração da pele.

O laser também pode ser usado para o tratamento daqueles indesejados "vasinho" nas pernas. O cirurgião vascular Sthefano Atique Gabriel, da clínica Atique Gabriel, explica que os 'vasinhos', nome popular das Telangiectasis, são pequenos vasos de até 1mm em seu maior diâmetro. "A sua presença está associada a importante comprometimento estético. A avaliação clínica, a análise ultrassonográfica do diâmetro das veias nutridoras dos vasinhos e o uso de realidade aumentada permite a escolha do melhor método de tratamentos dos vasinhos", diz.

A seguir confira como alguns aparelhos podem ser grandes aliados no tratamento de diferentes problemas estéticos.

Arte/Cesar Belisário Tratamentos estéticos
Tratamentos estéticos (Foto: Arte/Cesar Belisário)

Editorias:
Saúde e Beleza
Compartilhe: