Deficiente visual anda de bike em passeioÍcone de fechar Fechar

REPRESA MUNICIPAL

Deficiente visual anda de bike em passeio


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O ciclismo para pessoas com deficiência visual é realizado com o uso de bicicletas duplas, conhecidas como Tandem. Com elas, a pessoa cega ou com baixa visão pode praticar com um guia, que vai na posição da frente. Um passeio, nesta sexta-feira, 1º de novembro, em Rio Preto, possibilitará essa experiência. Trata-se do evento "Vai na Frente que Atrás tem Gente", que usa bicicletas adaptadas para que pessoas videntes (nome dado àqueles que têm a visão) possam pedalar em parceira com deficientes visuais.

A sexta edição do encontro será realizada das 8h às 10h30, na Represa Municipal, na ciclovia em frente aos condomínios Damhas, ao lado da guarita da Guarda Municipal. O passeio com a bicicleta dupla, que proporciona liberdade e autonomia às pessoas com deficiência visual, ainda é divertido e transforma a experiência que seria individual em coletiva.

O evento foi idealizado por Rodrigo Rocha, deficiente visual, em parceria com o Centro de Reabilitação Visual do Instituto dos Cegos de Rio Preto. A primeira edição foi realizada em julho do ano passado. "Além de proporcionar a autonomia, o evento incentiva a inclusão. Nesta edição, cerca de 40 alunos do Instituto irão participar com a ajuda dos educadores do Instituto e internos da Fundação Casa, que foram orientados para conduzirem as bicicletas. Cinco alunos da Apae também participarão do passeio pela primeira vez."

Interessados em participar podem entrar em contato com o Instituto dos Cegos de Rio Preto pelo telefone (17) 3355-5000 ou devem ir diretamente até a Represa Municipal no dia do evento. Um do objetivos é também promover a socialização. "Muitos, que perderam a visão, podem voltar a fazer uma atividade esportiva, que foi comum, por exemplo, na infância."

Com 38 anos, Rodrigo Rocha, é um exemplo. Diagnosticado com Doença de Coats, ele perdeu totalmente a visão há cerca de quatro anos. O desejo de pedalar, entretanto, não desapareceu. Foi neste momento que descobriu a possibilidade de pedalar em uma bicicleta dupla. Rocha, afirma, no entanto, que a atividade é indicada para aqueles que nunca tiveram a oportunidade de andar de bicicleta. "Parece algo simples, mas a sensação é muito boa."

Ao todo, seis bicicletas são utilizadas no passeio, sendo quatro do Instituto, uma de Rodrigo Rocha e outra cedida por uma empresa. Para conhecer mais sobre o projeto, acesse a página no Facebook (www.facebook.com/Vai-na-frente-que-atrás-tem-gente-208123819816896).

Serviço

  • "Vai na Frente que Atrás tem Gente". Nesta sexta-feira, 1º de novembro, das 8h às 10h30, na Represa Municipal, na ciclovia em frente aos condomínios Damhas, ao lado da guarita da Guarda Municipal. Informações: (17) 3355-5000