Você conhece a alfarroba?Ícone de fechar Fechar

Gastronomia

Você conhece a alfarroba?

Entenda por que o alimento pode ser um excelente substituto para o chocolate


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Você já deve ter reparado nas prateleiras dos supermercados produtos com um nome ao qual talvez você não esteja tão familiarizado, a alfarroba. A fruta de origem mediterrânea é rica em antioxidantes e uma alternativa ao uso do cacau em pó.

É possível encontrá-la na forma de pó para misturar no leite e adicionar a receitas tradicionalmente feitas com chocolate como biscoitos e bolos, mas também há produtos industrializados de alfarroba como barrinhas de cereais e geleias. A alfarroba em pó tem 38 calorias por cada colher de sopa e é uma boa fonte de vitaminas A, B1 e B2, niacina, cálcio e magnésio. Além disso, não possui gorduras, glúten ou qualquer outra proteína.

A fruta, proveniente da alfarrobeira, é uma espécie de vagem, e sua polpa, quando moída e torrada, resulta em um pó rico em nutrientes. Quando colocados lado a lado com o cacau, nota-se que são alimentos muito similares quanto ao gosto e à aparência, sendo a alfarroba levemente mais adocicada.

E, na disputa acirrada, a alfarroba leva a melhor. Apesar de ambos serem bons para a saúde, o cacau possui 23% de gordura, enquanto a frutinha do mediterrâneo possui apenas 0,7%. "Além disso, a alfarroba também é rica em antioxidantes, em vitaminas e baixo índice glicêmico", explica a nutricionista Ellen D'arc, da Bio Mundo.

Uma pesquisa publicada no Journal of Agricultural and Food Chemistry mostra que o conteúdo de polifenóis da alfarroba (taninos, flavonóis e ácido gálico) exibe uma potente ação contra radicais livres. Isso mostra que o consumo de alfarroba ajuda a lutar contra a oxidação, podendo ser considerada um alimento funcional. Outro estudo veiculado na revista científica Plant Foods for Human Nutrition mostrou que extratos de alfarroba são ricos em compostos fenólicos com atividade antioxidante, ajudando a reparar células danificadas por radicais livres, e têm a capacidade de atacar células de câncer do colo do útero.

Benefícios

Não são poucas as vantagens de incluir a alfarroba na alimentação. O alimento é rico em fibras naturais que regulam a flora e o bom desempenho intestinal, além de promover uma digestão com mais qualidade. "A pele também não fica de fora desse combo de benefícios", diz a nutricionista. É rica em vitaminas A e C, poderosos antioxidantes que previnem o envelhecimento precoce, além de estimular a produção de colágeno. "A alfarroba não possui nenhum agente estimulante como a cafeína. Também não contém alergênicos e, por ser um fruto, possui açúcares naturais", completa a especialista.

Boa para o coração

A alfarroba também ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, uma vez que é fonte abundante de gorduras poli-insaturadas, aquelas benéficas ao organismo, reduzindo os níveis de mau colesterol (LDL) no sangue.

Todo mundo pode consumir

Desde diabéticos até gestantes, todo mundo pode usufruir dos benefícios do fruto. As fibras presentes na alfarroba retardam o processo de digestão e evitam os picos de glicose, auxiliando no tratamento da diabetes. "Para as gestantes, o magnésio é essencial para evitar o risco de osteoporose e ainda colabora na tolerância à dor", diz Ellen.

"A farinha ou pó de alfarroba é semelhante ao pó de cacau, e pode ser usada para fazer um leite 'achocolatado' frio ou quente. O pó de alfarroba pode ser combinado com diferentes farinhas e outros ingredientes no preparo de pães, biscoitos, bolos e uma infinidade de receitas", diz a nutróloga Tamara Mazaracki. Uma versão mais fina da farinha de alfarroba é usada para confecção de barras de chocolate e bombons. Os especialistas garantem que vale a pena fazer um teste e incluir os derivados na sua alimentação.

 

Ingredientes

  • 150g de manteiga
  • 75g de farinha de alfarroba
  • 3 ovos
  • 180g de açúcar mascavo claro
  • Uma pitada de sal
  • colher de chá de essência de baunilha
  • 65g de farinha de trigo integral
  • colher de chá de fermento químico
  • Pré-aquecer o forno a 180º C

Modo de preparo

  • Unte com manteiga e polvilhe levemente com farinha uma forma com cerca de 18 x 20 cm. Derreta a manteiga em banho-maria ou no micro-ondas. Misture bem a manteiga com a farinha de alfarroba. Em uma travessa separada, bata os ovos com o açúcar, o sal e a baunilha até que fiquem leves e espumosos. Adicione a mistura de manteiga e alfarroba e continue a bater até que esteja uma massa homogênea. Junte a farinha peneirada com o fermento e bata levemente, apenas até misturar todos os ingredientes. Leve ao forno por cerca de 25 minutos ou até que esteja cozido e tenha o centro ligeiramente úmido. Retire do forno e deixe arrefecer durante cerca de cinco minutos antes de desenformar.

(Por Ellen D'arc, nutricionista da Bio Mundo)

 

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) farta de pasta de amendoim
  • 2 colheres (sopa) de whey protein isolado sabor chocolate
  • 1 colher (sopa) de alfarroba em pó
  • 1 colher (sopa) de cacau em pó
  • 2 colheres (sopa) de água
  • Castanhas trituradas

Modo de preparo

  • Adicione a pasta de amendoim com água em um recipiente e leve ao micro-ondas por um minuto. Misture a alfarroba, o cacau e o whey assim que estiver mais frio. Depois disso, basta enrolar o brigadeiro com as mãos no formato desejado. Por fim, decore com as castanhas, que também são fonte de proteínas.

(Por Growth Supplements)