Programação diversificada celebra a consciência negraÍcone de fechar Fechar

Mobilização

Programação diversificada celebra a consciência negra

Atividades 'substituem' o feriado de 20 de novembro e duram o mês todo


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Diversas entidades públicas e privadas que moldam a sociedade rio-pretense dão início nesta sexta-feira, 1º de novembro, a uma série de atividades em alusão ao mês da Consciência Negra. Até o dia 30, a cidade será tomada por atividades ligadas à capacitação profissional, empresarial e muita cultura.

O lançamento da iniciativa será na manhã desta sexta-feira, às 10 horas, no gabinete no prefeito Edinho Araújo, já que a prefeitura é uma das parceiras do projeto. O movimento envolve ainda Acirp, Sebrae, Fatec, Movimento Startup, Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Negócios de Turismo; dos Direitos e Políticas para Mulheres, Pessoa com Deficiência, Raça e Etnia; de Saúde e de Educação; Conselho Municipal Afro; Parque Tecnológico; Ibilce/Unesp, Núcleo Negro para Pesquisa e Extensão Universitária (Nupe) da Unesp, entre outras.

De acordo com Osvaldo Luís Nascimento, diretor do Empreender da Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp), esse amplo movimento nasceu no ano passado a partir de uma grande articulação entre membros do movimento negro, sindicatos e entidades em razão das discussões sobre o feriado de 20 de novembro, quando se celebra a morte de Zumbi dos Palmares. "Com o feriado extinto, criamos uma semana de atividades relacionadas à Consciência Negra e agora esse calendário se expandiu para um mês".

Entre as atividades que serão realizadas estão oficinas de empreendedorismo e empregabilidade, cines debate, visitas guiadas ao Parque Tecnológico, ações na Unesp, exposição de painéis alusivos à cultura afro, palestras e debates de formação corporativa e até um evento internacional sobre o tema da ancestralidade africana. Todas as atividades estão integradas ao calendário Novembro Negro - Mês da Consciência Negra de São José do Rio Preto, fruto de articulação do poder público municipal e sociedade civil para promoção de ações para redução da desigualdade social.

Segundo Nascimento, o objetivo é desenvolver um conjunto de ações que ajudem a mitigar as desigualdades na sociedade. Ele destaca que os eventos serão gratuitos e tiveram como premissas a distribuição geográfica - em várias regiões da cidade - horários que beneficiem o atendimento, fácil acesso das comunidades menos favorecidas, ampla cobertura etária e caráter multidisciplinar. "Queremos que essa plataforma seja suficientemente ampla para contemplar as discussões acerca de discriminação racial, racismo e desigualdade social", disse.