Brasil reforça apoio ao governo do EquadorÍcone de fechar Fechar

Manifestações

Brasil reforça apoio ao governo do Equador


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O Ministério das Relações Exteriores divulgou na tarde desta terça-feira, 8, nota de apoio ao Equador, país que passa por manifestações populares após o governo decretar a eliminação dos subsídios aos combustíveis.

Segundo a nota, "os governos da Argentina, Brasil, Colômbia, El Salvador, Guatemala, Paraguai e Peru expressam seu repúdio à qualquer tentativa de desestabilizar os regimes democráticos legitimamente constituídos, e expressam seu forte apoio às ações empreendidas pelo Presidente Lenin Moreno para recuperar a paz, a institucionalidade e a ordem, utilizando os instrumentos concedidos pela constituição e pela lei, assim como ele vem fazendo."

A declaração diz ainda que os países sul-americanos signatários da nota "rejeitam qualquer ação destinada a desestabilizar nossas democracias por parte do regime de Nicolás Maduro e daqueles que buscam estender as diretrizes de seu governo nefasto aos países democráticos da região". Moreno transferiu a sede do governo de Quito para Guayaquil.