Diário da Região

09/10/2019 - 00h30min

DE SAÍDA?

Bolsonaro acena com saída do PSL

Prestes a ressurgir, UDN diz estar 'de braços abertos' para receber presidente

José Cruz/Agência Brasil Presidente Jair Bolsonaro recebe cumprimento de turistas na entrada do Palácio da Alvorada nesta terça
Presidente Jair Bolsonaro recebe cumprimento de turistas na entrada do Palácio da Alvorada nesta terça

O presidente Jair Bolsonaro deu indícios nesta terça-feira, 8, de que pode deixar o PSL. O partido tem enfrentado disputas internas e sua bancada na Câmara está rachada. Bolsonaro pediu a um apoiador, pela manhã, para que esquecesse o partido e afirmou que o presidente da sigla, o deputado Luciano Bivar (PE), "está queimado pra caramba" e vai "queimar o seu filme também".

Na saída do Palácio da Alvorada, onde apoiadores esperam para conversar e tirar fotos com o presidente, um homem se apresentou a Bolsonaro como pré-candidato no Recife pelo PSL. Bolsonaro, então, cochichou em seu ouvido: "Esquece o PSL".

Ainda assim, o rapaz gravou um vídeo junto ao presidente em que diz: "Eu, Bolsonaro e Bivar juntos por um novo Recife". Bolsonaro então pediu para que ele não divulgasse a gravação.

"Ó cara, não divulga isso, não. O cara Bivar está queimado para caramba lá. Vai queimar o meu filme também. Esquece esse cara, esquece o partido", recomendou.

A conversa foi gravada por um dos apoiadores e em seguida publicada no canal do YouTube "Cafezinho com pimenta". A imprensa é proibida de ficar no mesmo espaço onde esses apoiadores gravam os seus diálogos com o presidente.

Assim que o presidente repreendeu o rapaz, ele respondeu que iria esquecer o PSL e gravou um novo vídeo suprimindo o nome do partido e do dirigente. "Viva o Recife, eu e Bolsonaro".

Na segunda-feira, 7, o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, afirmou que não havia da parte do presidente nenhuma "formulação com relação a uma suposta transição de partido".

UDN de braços abertos

Bastou Bolsonaro insinuar uma troca de legenda para desencadear especulações. Fundador e presidente da UDN - partido que está em fase final de criação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) -, o ativista Marcus Alves disse que a sigla deve ser homologada em meados de novembro e está "de braços abertos" para receber o presidente da República.

Uma vez homologada, a legenda estará apta a registrar candidatos para as eleições do ano que vem. "Estamos de braços abertos para a família Bolsonaro", disse Alves, sinalizando que o partido está receptivo não apenas ao presidente mas a todo clã Bolsonaro.

Crise declarada

A indicação de que o presidente Bolsonaro pode deixar o PSL coincide com a resistência que seu grupo político tem enfrentado para controlar o partido nos Estados. Em São Paulo, dirigentes regionais foram à Justiça para tentar reverter atos baixados pelo deputado Eduardo Bolsonaro, que assumiu o comando estadual da sigla em junho. No Rio, o senador Flávio Bolsonaro teve de recuar da decisão de expulsar os filiados que mantêm no governo de Wilson Witzel (PSC) - que tem feito críticas ao governo federal.

 

'Whats' admite envio ilegal

O WhatsApp admitiu, pela primeira vez, o envio ilegal de mensagens em massa nas Eleições de 2018, com sistemas automatizados contratados por empresas. A disputa presidencial foi protagonizada pelos candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), com vitória do primeiro. As informações são de uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira, 8.

"Na eleição brasileira do ano passado, houve a atuação de empresas fornecedoras de envios maciços de mensagens, que violaram nossos termos de uso para atingir um grande número de pessoas", disse Ben Supple, gerente de políticas públicas e eleições globais do WhatsApp, dizendo ainda que, durante o período eleitoral, o WhatsApp baniu centenas de milhares de contas suspeitas de compartilhar notícias falsas.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.