Entre gols, lesões e muitas polêmicas, Neymar completará 100 jogos pela seleçãoÍcone de fechar Fechar

SELEÇÃO BRASILEIRA

Entre gols, lesões e muitas polêmicas, Neymar completará 100 jogos pela seleção

Ele ficou fora da última conquista do time, a Copa América, e agora tenta recuperar o carinho e a confiança do torcedor


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18
São Paulo

Entre a euforia por dribles, gols e títulos, mas também desalento com lesões em momentos importantes da carreira e o envolvimento em polêmicas fora de campo, Neymar está prestes a completar 100 jogos pela seleção brasileira - não foram consideradas nesta conta as partidas por seleções de base e olímpica. O craque alcançará a marca nesta quinta-feira, no amistoso diante de Senegal, às 9 horas (horário de Brasília), em Cingapura. Ele ficou fora da última conquista do time, a Copa América, e agora tenta recuperar o carinho e a confiança do torcedor.

O dia 10 de agosto de 2010 marcou a estreia do então atacante do Santos pela seleção principal. Na ocasião, o time era treinado por Mano Menezes, hoje técnico do Palmeiras. Com Neymar, o Brasil venceu aquele amistoso contra os Estados Unidos por 2 a 0. Foi também naquela partida que o hoje camisa 10 do Paris Saint-Germain fez seu primeiro gol pelo time nacional.

A trajetória de Neymar em seus 99 jogos pela seleção tem de tudo: perseguição em campo pelos adversários, lindos lances, fracassos, críticas, apoio dos jogadores, gols importantes, lesões importantes e uma taça levantada. Em pouco tempo, ele tornou-se o quarto jogador com mais gols pela seleção. Balançou as redes 61 vezes, ostenta uma média de 0,62 e está a cinco gols de igualar Zico, terceiro maior goleador do time brasileiro. Ronaldo é o segundo, com 67, e Pelé é o goleador máximo, com 95.

Seu melhor rendimento pelo Brasil foi alcançado em 2014, quando fez 15 gols em 14 jogos. No entanto, se foi bom em termos de números individuais, a temporada daquele ano terminou de forma melancólica para o astro, ao passo que se despediu da Copa do Mundo ainda nas quartas de final, depois de levar uma joelhada de Zuniga nas costas, no duelo com a Colômbia, em Fortaleza. Sem poder jogar, ele viu do camarote do Mineirão o Brasil ser humilhado pela Alemanha no fatídico 7 a 1.

Na atual temporada, Neymar pouco atuou pelo time de Tite. Entrou em campo apenas três vezes. A explicação pelos parcos minutos jogados pelo Brasil em 2019 foi a lesão no ligamento do tornozelo direito sofrida nos primeiros minutos do amistoso diante do Catar que o impediu de defender o País na Copa América. Após o torneio, que terminou com título brasileiro, o camisa 10 foi destaque com um gol no empate em 2 a 2 com a Colômbia e, no jogo seguinte, teve atuação discreta no revés por 1 a 0 para os peruanos.