Lateral ganha espaço no Leão na reta decisiva da CopinhaÍcone de fechar Fechar
    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Uma contratura muscular na panturrilha esquerda tirou o lateral-esquerdo Reverson de ação no Mirassol e abriu espaço para Renan nesta fase semifinal da Copa Paulista. O carioca de 24 anos, foi relacionado para 11 partidas, foi titular no empate de 2 a 2 com o XV de Piracicaba e está otimista de que o Leão confirme sua vaga na final do torneio neste sábado, às 20h15, no duelo de volta, em Piracicaba.

"É um momento bom que a equipe vem vivendo, eu já tinha jogado outros jogos e ter uma sequência nessa fase final é importante. Estou preparado pra poder ajudar a equipe a atingir os objetivos", disse Renan, torcendo pelo retorno de Reverson. "É um amigo que fiz no clube, um cara que tenho uma relação muito boa e torço pra ele que se recupere o mais rápido possível e possa estar com a gente em breve."

Parte da torcida do Leão pegou no pé do lateral no duelo do último domingo, já que a característica de jogo do time é valorizar a posse e girar a bola em busca de espaços. O torcedor queria que fosse ao ataque toda vez que tinha a bola nos pés. "Acredito que sou um lateral que tem força, e quando chego na linha de fundo consigo ajudar meus companheiros", se descreve Renan, que pode atuar em outras funções. "Posso jogar na linha ofensiva, de extremo como se chama hoje, já joguei de volante também. Hoje em dia é necessário sempre poder fazer mais de uma função em campo, isso é um fator positivo."

Renan Santos de Castro começou nas categorias de base do Fluminense, passou por Vasco, Madureira e fez o último ano de júnior no Ituano. "Disputei Paulistão, Copa Paulista e consegui o meu primeiro título como profissional que foi o Troféu do Interior contra o Santo André [em 2017]", conta Renan, que ainda vestiu as camisas de Ipatinga-MG e Marcílio Dias-SC, antes de ir para Portugal, ano passado. "Voltei esse ano pra disputar o estadual pelo Goiânia, logo em seguida apareceu o convite do Mirassol e vim pro Leão."

Mais que levar o Mirassol à final para jogar a Série D do Brasileiro ou Copa do Brasil em 2020, ganhar a Copa Paulista é conquistar espaço no clube, já que seu contrato termina em 2 de dezembro. "É um desejo muito grande meu e de todo o grupo, quero marcar o nome nesse clube e pra isso é necessário ganhar títulos", afirmou o lateral.

Fã confesso de Marcelo e Zé Roberto, quer um dia sentir o gosto de defender seu país. "Meu objetivo é chegar à Seleção Brasileira, acredito que seja o de todo atleta. Pra isso sei que é necessário muito trabalho e estar evoluindo sempre, mas é um sonho que tenho comigo e espero um dia poder realizar. Me espelho no Marcelo, mas tem um cara que acompanho e admiro pelo futebol e profissionalismo que é o Zé Roberto."