Diário da Região

27/10/2019 - 00h00min

BRASILEIRÃO

Corinthians e Santos ficam no 0 a 0, ruim para os dois

Na quarta, o time de Carille vai enfrentar o CSA e o de Sampaoli, na quinta, pega o Bahia

Henrique Barreto/AE/26/10/2019 Jean Mota e Pedrinho em lance do clássico em Itaquera
Jean Mota e Pedrinho em lance do clássico em Itaquera

Corinthians e Santos fizeram um jogo fraquíssimo tecnicamente em Itaquera neste sábado, 26, e não saíram do 0 a 0 pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O empate foi ruim para as duas equipes. O Corinthians acumula seis jogos sem vitória, soma 45 pontos e foi bastante criticado pelo seu torcedor. Já o Santos, com 52, continua na terceira posição, cada vez mais longe da briga pelo título.

No primeiro tempo, as duas equipes maltrataram a bola. O Santos foi ligeiramente superior, se apresentou mais no campo ofensivo, mas falhava demais no acabamento das jogadas.

Já o Corinthians mal deu as caras no ataque. A principal preocupação era tentar anular as jogadas do adversário. A estratégia funcionou e o Santos praticamente não levou perigo ao gol de Cássio, com exceção de um chute de Soteldo de fora da área, aos 24 minutos, que acertou a trave. O Corinthians, em contrapartida, insistia nas jogadas pelo alto e somente em duas oportunidades, com Junior Urso e Boselli, é que se aproximou do gol.

No segundo tempo, o jogo melhorou um pouco, mas não o suficiente para o torcedor se animar. O Santos continuou com dificuldades para invadir a área do Corinthians e apostando nos chutes de fora da área.

O Corinthians diminuiu a quantidade de bolas alçadas à área e passou a tentar jogadas mais trabalhadas, com a bola de pé em pé Faltavam, no entanto, qualidade e criatividade aos jogadores. Os homens de frente não fizeram uma única jogada em profundidade ou arriscaram triangulações pelas beiradas do campo. O Corinthians foi um time previsível e fácil de ser marcado.

Somente depois dos 25 minutos é que a equipe passou a ser mais consistente nos lances de ataque, graças a duas alterações. Saíram Mateus Vital e Junior Urso para as entradas de Janderson e Sornoza, respectivamente.

A equipe começou a ficar mais tempo com a bola e a rondar a área do Santos, mas foi capaz de criar jogadas para furar a defesa. Somente no finzinho do jogo, com Sornoza e Vagner Love, é que o Corinthians esteve perto de fazer o gol, mas nas duas oportunidades parou no goleiro Everson.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.