Brasil segue em 3º após empatesÍcone de fechar Fechar

RANKING DA FIFA

Brasil segue em 3º após empates


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

A Seleção Brasileira ainda não venceu após a conquista da Copa América, mas os mais recentes tropeços não alteraram a sua colocação no ranking da Fifa. Nesta quinta-feira, a entidade atualizou a sua lista, após a disputa de 184 jogos entre seleções, com a equipe dirigida por Tite permanecendo em terceiro lugar, com 1.715 pontos.

São quatro pontos a menos do que no ranking anterior, algo pouco relevante para mudar o posto do Brasil, que nas últimas semanas disputou amistosos contra Senegal e Nigéria, nos dias 10 e 13, em Cingapura, empatando ambos por 1 a 1.

A seleção tentará se reabilitar em novembro, quando terá pela frente a Argentina, a nona colocada do ranking, e a Coreia do Sul, a número 39 do mundo, em amistosos agendados para os dias 15 e 19 de novembro, em Riad e Abu Dabi, respectivamente. E Tite fará a convocação do Brasil para esses compromissos nesta sexta-feira.

O ranking continua sendo liderado pela Bélgica, que está com 1.755 pontos e neste mês se classificou à Eurocopa, além de ter vencido os dois jogos que fez pelo torneio classificatório, contra San Marino (9 a 0) e Cazaquistão (2 a 0). E a atual campeã mundial França permanece em segundo lugar, com 1.726 pontos, após superar a Islândia (1 a 0) e empatar com a Turquia (1 a 1) em seus compromissos mais recentes.

Logo atrás do Brasil está a Inglaterra, com 1.651 pontos. E o Uruguai ascendeu ao quinto lugar, depois de disputar dois amistosos contra o Peru, com uma vitória (1 a 0) e um empate (1 a 1), deixando para trás Portugal, que em outubro venceu Luxemburgo (3 a 0), mas perdeu para a Ucrânia (2 a 1) nas Eliminatórias para a Eurocopa.

A Croácia agora a sétima colocada e a Espanha oitava. E a Argentina também ascendeu um posto, para o nono.

 

  • 1) Bélgica, 1.755 pontos
  • 2) França, 1.726
  • 3) Brasil, 1.715
  • 4) Inglaterra, 1.651
  • 5) Uruguai, 1.642
  • 6) Portugal, 1.632
  • 7) Croácia, 1.631
  • 8) Espanha, 1.625
  • 9) Argentina, 1.617
  • 10) Colômbia, 1.615
  • 11) México, 1.613
  • 12) Holanda, 1.602
  • 13) Suíça, 1.604
  • 14) Dinamarca, 1.599
  • 15) Itália, 1.593
  • 16) Alemanha, 1.586
  • 17) Chile, 1.579
  • 18) Suécia, 1.563
  • 19) Peru, 1.548
  • 20) Senegal, 1.546