Leão 'dança o vira' em AraraquaraÍcone de fechar Fechar

COPA PAULISTA

Leão 'dança o vira' em Araraquara

Mirassol chega a 12 partidas sem derrotas e recebe o Santo André domingo


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

De virada, o Mirassol derrotou a Ferroviária por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, 2, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara, aumentou sua série de invencibilidade e embolou a briga pelas primeiras colocações do Grupo 10 da Copa Paulista. Com os três pontos, o time de Ricardo Catalá chega aos quatro, deixando o rival para trás, com três, e se igualando ao São Caetano, que no outro jogo da chave bate o Santo André e fica na frente pelo saldo de gols. Agora são 12 jogos sem perder, oito vitórias e quatro empates.

O Mirassol, que em casa empatou sem com o Azulão, foi pressionado desde o início e logo aos 3 minutos do goleiro João Paulo teve de trabalhar. Edu Pina tabelou, invadiu na área pela esquerda e sofreu o abafa do goleiro. Na cobrança do escanteio, Felype Hebert cabeceou no canto esquerdo de João Paulo, que outra vez colocou em escanteio.

Mas não demorou para o gol sair. Léo Jaime dominou com categoria o lançamento longo da defesa, mas arrematou mal. Na sequência, porém, foi efetivo no passe para Rodolfo, que ganhou a frente de Reniê na grande área e bateu rasteiro no canto direito de João Paulo, 1 a 0 Ferroviária.

O Mirassol até passou a ter mais atividade no ataque, mas sem dar trabalho ao goleiro Gabriel Leite. A equipe da casa chegou com mais perigo na cabeça de Rodolfo após cobrança de falta, mas João Paulo mandou para escanteio.

Só aos 29 minutos o Mirassol chegou com perigo na cabeçada de Reniê após cruzamento de Gabriel Leite da direita. Claudinho, em finalização de dentro da área errou o alvo. Juninho, por duas vezes, também deu trabalho ao goleiro de Araraquara.

Na etapa final, logo no início, Daniel perdeu chance incrível de ampliar o placar, o arremate saiu mascado e à direita do gol de João Paulo. O Mirassol chegou duas vezes com Gabriel Taliari, mas não acertou o gol. Quem teve de trabalhar aos 10 minutos foi João Paulo, em chute cruzado do veterano meia Cristian.

O Mirassol passou a pressionar a saída de bola e empatou aos 14 minutos. Taliari aproveitou o recuo ruim para o goleiro e só foi parado com falta por Gabriel Leite, pênalti. Claudinho bateu no canto direito alto para vencer o goleiro e empatar, 1 a 1.

Sem Bruno Mota, Ricardo Catalá optou por Gabriel Leite entre os titulares, mas colocou Rafael Silva em campo aos 26 minutos. Cinco minutos depois ele fez o gol da virada. Na jogada de Claudinho e Reverson na esquerda, o lateral cruzou alto, na medida para Rafael Silva cabecear e fazer 2 a 1.

 

FERROVIÁRIA - 1

Gabriel Leite; Marquinhos, Raniele, Maurício e Edu Pina; Alisson Barrinha (Luís Henrique), Daniel (Rafael Oller) e Cristian; Léo Jaime (Johninha), Rodolfo e Felype Hebert. Técnico: Vinícius Munhoz

MIRASSOL - 2

João Paulo; Weriton, Reniê, Victor e Reverson; Maicon, Juninho e Neto Moura (Guilherme); Gabriel Taliari (Rafael Silva), Claudinho e Gabriel Leite (Ícaro). Técnico: Ricardo Catalá.

Gols: Rodolfo aos 11 minutos do 1º tempo; Claudinho (pênalti) aos 15 e Rafael Silva aos 33 minutos do 2º tempo. Árbitro: Flávio Roberto Mineiro Ribeiro. Renda: R$ 7.300,00. Público: 628 pagantes. Local: Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara, nesta quarta-feira, 2.