Leão coloca invencibilidade à provaÍcone de fechar Fechar

COPA PAULISTA

Leão coloca invencibilidade à prova

Atacante Bruno Mota segue internado na UTI do Hospital de base com lesão no rim


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Defendendo uma invencibilidade de 11 partidas na Copa Paulista - sete vitórias e quatro empates -, o Mirassol encara a Ferroviária, nesta quarta-feira, 2, às 19 horas, em Araraquara, em busca de sua primeira vitória na 3ª fase da competição, que garante ao campeão uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro ou Copa do Brasil de 2020. A campanha dos sonhos do Leão na 2ª fase, com seis vitórias em seis jogos, já faz parte do passado e serve apenas como inspiração para superar seu último algoz no torneio e lhe tomar a liderança do Grupo 10.

Como apenas empatou em casa na rodada de abertura frente o São Caetano, o time de Ricardo Catalá está dois pontos atrás da equipe de Araraquara, que ganhou fora de casa do Santo André. Apenas os dois melhores de cada chave avançam à fase semifinal.

Para dar tons de drama, o time da região ainda tem desfalques e não conseguirá manter a equipe base que atuou em quase todos os jogos da segunda fase. O lateral-direito Cleiton Garcia segue em tratamento médico - já não atuou diante do São Caetano - e Weriton se mantém como titular.

Outra baixa é do atacante Bruno Mota, que sofreu uma contusão no rim após pancada no jogo de domingo e está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital de Base de Rio Preto, mas em estado estável. Bruno passou por exames e aguarda avaliação da equipe de nefrologia. Por ora, não há previsão da realização de procedimento cirúrgico ou mesmo de alta médica. Gabriel Leite e o recém-contratado Rafael Silva são as opções para o setor, com mais chances de o segundo começar jogando.

"O Rafael é um jogador um pouco mais leve, a gente perde presença de área, mas ganha em atacar espaços, um pouco mais de mobilidade, agressividade sem a bola. Acredito que a gente consegue manter o padrão", disse Ricardo Catalá.

Mirassol e Ferroviária se enfrentaram duas vezes na primeira fase, com duas vitórias da Ferrinha, 2 a 1 jogando no Maião, e 1 a 0 na Arena da Fonte Luminosa, última derrota do Leão no torneio, em 29 de julho. Porém, os dois times ganharam corpo no decorrer da competição com a chegada de reforços. "Tenho a impressão que será um jogo mais aberto [o contra o São Caetano] com chance para os dois lados e quem for mais competente nas oportunidades criadas deve levar os três pontos", finalizou Catalá.

 

FERROVIÁRIA

Gabriel Leite; Marquinhos, Mauricio, Raniele e Edu Pina; Caique, Daniel e Jhoninha; Léo Jaime, Felype Hebert e Rodolfo. Técnico: Vinicius Munhoz.

MIRASSOL

João Paulo; Weriton, Reniê, Victor e Reverson; Maicon, Juninho e Neto Moura; Claudinho, Gabriel Taliari e Rafael Silva (Gabriel Leite). Técnico: Ricardo Catalá.

Árbitro: Flávio Roberto Mineiro Ribeiro. Local: Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara, nesta quarta-feira, 2, às 19 horas, com transmissão pela TV FPF.