Diário da Região

30/10/2019 - 16h53min

PESQUISA

Mercado nacional de franquias eleva faturamento em 6,1%

No acumulado de janeiro a setembro deste ano, o faturamento do setor acumulou cerca de R$ 130 bilhões

Freepik/Banco de Imagens Mercado de franquias tem novos formatos que permitem que as empresas sejam mais eficientes na sua operação
Mercado de franquias tem novos formatos que permitem que as empresas sejam mais eficientes na sua operação

Dados divulgados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) revelam que o faturamento do mercado nacional de franquias cresceu 6,1% no terceiro trimestre deste ano, passando de R$ 44,479 bilhões para R$ 47,203 bilhões.

O presidente da ABF, André Friedheim, disse nesta quarta-feira, 30, que a receita do setor de franchising deverá crescer este ano entre 7% e 8%, dependendo do comportamento das vendas em duas datas importantes para o varejo. São elas o "Black friday", dia que inaugura a temporada de compras natalícias com promoções em muitas lojas e previsto para ocorrer no final de novembro próximo, e o Natal, cujas vendas devem mostrar expansão entre 5% e 10%, cada.

No acumulado de janeiro a setembro deste ano, o faturamento do setor evoluiu 6,8%, acumulando cerca de R$ 130 bilhões, informou Friedheim. O mesmo percentual de aumento foi registrado nos últimos 12 meses findos em setembro, com a receita passando de R$ 170,988 bilhões, no terceiro trimestre de 2018, para R$ 182,657 bilhões em igual período de 2019.

Maiores altas

A pesquisa da ABF mostra que contribuíram para o aumento no terceiro trimestre os segmentos de casa e construção, devido à retomada do setor imobiliário, com crescimento de 9,1%; comunicação, informática e eletrônicos (alta de 8,3%); hotelaria e turismo (+7,2%); e moda, que teve expansão de 8,6%, porém em cima de uma base reprimida, porque esse foi um dos segmentos que mais sofreram nos últimos anos em queda de receita, segundo expôs o presidente da ABF. "Moda acabou sendo um destaque, apesar de ainda não ter mostrado uma retomada de fato".

No terceiro trimestre de 2019, o mercado nacional de franquias abriu mais 4,3% de lojas em relação ao mesmo período do ano passado, e fechou 1,4%, o que gerou saldo positivo de 2,9%, o que equivale a 160.553 lojas em operação no país. "Hoje, são abertas entre 20 e 25 franquias por dia em todo o país, que geram em média oito empregos por operação aberta", informou Friedheim. Analisou que a chamada lei do trabalho intermitente ajudou bastante o setor de franchising.

No período compreendido entre julho e setembro deste ano, os postos de trabalho diretos cresceram 4%, subindo de 1,286 milhão para 1,343 milhão. "Este ano, o franchising já gerou mais de 40 mil empregos diretos. É um número bem considerável". A expectativa para o ano é de geração de mais de 5% de empregos diretos, em relação ao ano passado, o que equivale a algo entre 60 mil a 70 mil empregos novos criados, disse André Friedheim.

Mudanças de consumo

O ranking das 30 maiores cidades do Brasil em número de unidades de franquias entre o primeiro semestre deste ano comparativamente ao mesmo período de 2018 confirma o processo de interiorização do franchising e revela que apenas duas capitais subiram de posição. Uma delas foi Cuiabá, que passou da 29ª colocação para a liderança do ranking, com alta de 20% no total de unidades em operação, graças, principalmente, à abertura de shopping centers na cidade. Os segmentos que registraram maior variação em Cuiabá no período foram limpeza e conservação (44%), moda (40%), comunicação, informática e eletrônicos (40%).

A segunda capital com destaque foi Teresina, que subiu do 27º para o 24º lugar. Os segmentos que responderam por 61% da variação positiva da capital do Piauí em unidades foram: comunicação, informática e eletrônicos (138%), serviços e outros negócios (33%), limpeza e conservação (15%) e moda (12%).

De acordo com o presidente da ABF, a mudança do hábito de consumo da população com compras pela internet e por delivery e o crescimento dos shoppings centers que ainda afeta algumas cidades têm impacto grande no setor. Revelou que hoje, nos shoppings centers novos, 80% das lojas de praças de alimentação são franquias e 30% a 40% das lojas satélites também são franquias. "Cuiabá foi um caso específico porque teve inauguração de shopping. A gente consegue ver nitidamente um crescimento da cidade". Segundo André Friedheim, mais de 2,5 mil cidades brasileiras já têm operações de franquia no Brasil.

Tendência

Ele aposta que a tendência de interiorização terá continuidade daqui para a frente. "A gente está vendo cada vez mais o franchising penetrando em cidades onde antes nunca penetrava. A gente está em 48% a 49% dos municípios brasileiros e deve aumentar nossa penetração em maior número de cidades e as marcas criando conceitos, formatos e modelos específicos sem perder DNA, sem perder a sua característica, para atender as cidades de menor porte".

Além de Cuiabá, apresentaram maior variação em unidades no período analisado os municípios de Santo André (17%), Sorocaba (14%) e São José do Rio Preto (13%), no estado de São Paulo; e Londrina (13%), no Paraná.

A pesquisa da ABF mostra que dentre os 30 municípios brasileiros com maior número de marcas de franquias, 17 são capitais, o que corresponde a 56,7% do total, e dentre estas, 33% estão nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Por outro lado, duas cidades que não são capitais estrearam no ranking das 30 maiores em unidades em operação: Londrina (interior do Paraná), e Santos (litoral paulista).

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.