Diário da Região

11/09/2019 - 00h30min

DEMOCRACIA E 'LAVA TOGA'

Dois filhos de Jair Bolsonaro causam polêmica no Twitter

Caio César/CMRJ/Agência Brasil Carlos Bolsonaro, vereador carioca e filho do presidente
Carlos Bolsonaro, vereador carioca e filho do presidente

Os dois filhos mais velhos do presidente Jair Bolsonaro, o vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) dominaram o debate político nas redes sociais nesta terça-feira, 10.

O filho 02 do presidente foi assunto devido a declaração sobre mudanças que almeja para o País. "Por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos... e se isso acontecer. Só vejo todo dia a roda girando em torno do próprio eixo e os que sempre nos dominaram continuam nos dominando de jeitos diferentes!", disse Carlos, que pediu licença não remunerada da Câmara Municipal do Rio para tratar de "assuntos particulares".

Presidente em exercício, Hamilton Mourão afirmou que as declarações de Carlos Bolsonaro são "problema dele", mas defendeu que a democracia é "fundamental" e que é "lógico" que é possível fazer mudanças no País por meio do diálogo com o Congresso. "Lógico, senão a gente não tinha sido eleito", declarou Mourão.

O ex-ministro da Fazenda e ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT-CE) afirmou que "nós vamos ensinar a estes projetinhos de Hitler tropical que o Brasil não é uma fazenda deles e que a democracia é intocável".

O escritor Paulo Coelho, que não pôde se calar diante dos recentes acontecimentos, compartilhou matéria sobre o tuíte de Carlos, que "Flávio não tem coragem, Eduardo faz questão de mostrar arma para enfermeiros e Carlos assusta todo mundo".

No que diz respeito a Flávio, a militância virtual bolsonarista faz campanha para que o senador assine requerimento de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lava Toga, que objetiva a investigação de "ativismo judicial" por parte de magistrados, incluindo ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

No Twitter, a campanha encabeçada pela #AssinaFlavioBolsonaro é grande e conta com manifestações de políticos e influenciadores, sobretudo do campo da direita. O candidato derrotado ao governo de São Paulo pelo Novo, Rogério Chequer, pediu aos seus seguidores que anotem e espalhem os nomes dos senadores que não querem assinar o requerimento da Lava Toga "para que não sejam reeleitos".

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.