Diário da Região

11/09/2019 - 00h30min

AGRICULTURA

Safra de grãos deve crescer 5,9% no ano

O País deve produzir 2,9 milhões de toneladas de feijão em 2019

Divulgação/CNA/Wenderson Araujo No levantamento anterior, realizado em julho, a estimativa era um pouco menor, de 239,7 milhões de toneladas
No levantamento anterior, realizado em julho, a estimativa era um pouco menor, de 239,7 milhões de toneladas

A produção brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar 2019 com um crescimento de 5,9% em relação ao ano anterior. De acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), realizado em agosto pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país deve ter uma safra recorde de 239,8 milhões de toneladas neste ano, ou seja, 13,3 milhões a mais do que em 2018.

No levantamento anterior, realizado em julho, a estimativa era um pouco menor, de 239,7 milhões de toneladas, ou 5,8% a mais do que no ano anterior. De acordo com o IBGE, a alta de 5,9% deve ser puxada pela produção de milho, que deve crescer 21,5% em relação ao ano anterior. As outras duas grandes lavouras de grãos devem ter queda: soja (-3,9%) e arroz (-12,7%).

Entre as outras lavouras de grãos em que se estima produção acima de 1 milhão de toneladas, deverão fechar o ano com alta o algodão (32,4%), o sorgo (13,9%) e o trigo (9,5%). O feijão, por outro lado, deve ter queda de 1,1% no ano.

O LSPA também estima a produção de outros produtos agrícolas importantes. A maior lavoura do país, a de cana-de-açúcar, deve ter queda de 1,4%. Também são esperados recuos nas produções de café (-13%), laranja (-1%), tomate (-4,3%) e uva (-10,5%). Por outro lado, são esperados avanços nas produções de banana (3,8%), batata-inglesa (0,8%) e mandioca (4,1%).

Feijão

O País deve produzir 2,9 milhões de toneladas de feijão em 2019, segundo os dados do IBGE. O montante representa uma redução de 2,4% em relação à estimativa do mês anterior. Em relação à safra de 2018, a produção total de feijão deverá ser 1,1% menor. No entanto, a safra do grão ainda atende ao consumo doméstico, de cerca de três milhões de toneladas, afastando uma eventual pressão sobre preços ao consumidor, avaliou Carlos Alfredo Guedes, gerente da Coordenação de Agropecuária do IBGE.

"Na segunda [safra] teve excesso de chuva em algumas regiões, mas nada tão severo. A queda de produtividade foi compensada pelo aumento de área", disse Guedes.

A primeira safra de feijão foi estimada em 1,3 milhão de toneladas, queda de 3,6% em agosto ante a estimativa de julho, 48.831 toneladas a menos. A região Nordeste teve a estimativa de produção reduzida em 9,8%. Entre as unidades da federação, as que mais influenciaram o resultado foram: Minas Gerais (-4,8%), Ceará (-11,7%), Piauí (-13,8%), e Paraíba (-37,7%).

A primeira safra de feijão será 14,8% menor que a do ano passado, devido a reduções no Paraná (-19,8%), Minas Gerais (-12,5%), São Paulo (-31,6%), Ceará (-14,1%), Goiás (-29,7%), Piauí (-14,8%), Santa Catarina (-20,5%), Rio Grande do Sul (-10,0%) e Distrito Federal (-29,8%). Por outro lado, a Bahia aumentou a produção em 25,5%.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.