Instituto inscreve para curso de pisciculturaÍcone de fechar Fechar

CAPACITAÇÃO

Instituto inscreve para curso de piscicultura


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O Instituto de Pesca de Rio Preto promove, nos dias 2 e 3 de outubro, mais um curso sobre piscicultura. O treinamento teórico e prático Criando Peixe será realizado no auditório do instituto, das 8h30 às 17h. Entre os principais objetivos do órgão está desenvolver pesquisas científicas sobre a produção de peixes de água doce. "São questões relacionadas aos aspectos da produção que possibilitem o melhor desempenho das espécies e, consequentemente, melhor rentabilidade aos produtores", afirma Nilton Rojas, coordenador do curso.

O evento é destinado aos interessados na produção comercial de peixes em viveiros escavados e tanques rede. Normalmente, os participantes são pequenos e médios produtores rurais interessados em iniciar na atividade ou mudar de ramo. A experiência é válida também para aqueles que procuram uma criação de peixes por lazer. "No caso dos iniciantes, o curso possibilita que sejam evitados erros na implantação dos projetos, que dificultam a produção ou diminuem a rentabilidade do negócio", explica.

A temática teórica vai incluir aspectos gerais da piscicultura; características climáticas, escolha e/ou aptidão do local de criação; estrutura da piscicultura em viveiros, manejo alimentar, piscicultura em tanques rede; tipos de tanques rede, entre outras. Outros assuntos fundamentais para a atividade são manejo para a manutenção da qualidade da água, escolha da espécie adequada para cultivo, assim como preços, custos de produção, retorno do investimento.

Segundo Rojas, os alunos são orientados a desenvolver seu projeto de implantação considerando, principalmente, a relação custo benefício da atividade, avaliando todos os aspectos. "A implantação de projetos de criação em tanques rede tem um custo menor em comparação à criação em viveiros escavados, mas o custo operacional é maior", diz.

As aulas práticas terão como tema Infraestrutura de viveiros de piscicultura e medida de vazão de água, com Antônio Fernando G. Leonardo; Morfologia de peixes, coleta e identificação de ectoparasitas e endoparasitas, com Eduardo Makoto Onaka e Análise dos principais parâmetros de qualidade da água para piscicultura, com Daniela Castellani. O curso ainda prevê um período para discussões e discussão das particularidades dos projetos.

Atualmente, o Estado de São Paulo é o maior consumidor de pescado do Brasil, daí a potencialidade da atividade. Além disso, cerca de 60% dos peixes produzidos no estado saem da região de Rio Preto.

O curso tem uma quantidade máxima de 45 vagas e custo de R$ 150. Os interessados devem fazer o depósito na conta da Fundação de Apoio Agrícola (Fundag) no Banco do Brasil (001), Agência 3360-X, C.C. 4.200-5 (CNPJ 61.705.380/0001-54). O comprovante deve ser enviado para o e-mail [email protected] Informações adicionais pelos telefones (17) 3232 -1777 ou 3234-3204.