Virtual Cia de Dança: agenda movimentadaÍcone de fechar Fechar

PROGRAMAÇÃO

Virtual Cia de Dança: agenda movimentada

Marcelo Zamora, diretor do grupo, fala sobre as novidades do grupo local


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Há uma semana de produzir o Dançar pela Paz, evento que surgiu em 2014 na Argentina com o objetivo de conscientizar e incentivar uma cultura de paz e não-violência por meio da dança, em Rio Preto, no próximo sábado, 21, às 20h, no Teatro Paulo Moura, a Virtual Companhia de Dança, do diretor Marcelo Zamora, celebra o momento atual da carreira do grupo com uma agenda movimentada.

O grupo venceu o Prêmio Nelson Seixas - ProAC Municípios 2019 e se prepara uma temporada local do espetáculo "Diálogos sobre Diághilev". Montado integralmente na Áustria e que já passou pela França - onde a estreia aconteceu em 28 de novembro de 2017 - Panamá, México e outras cidades nacionais e internacionais. O espetáculo inédito em Rio Preto é livremente inspirado na biografia de Serguéi Diághilev, produtor, empresário e incentivador de um grande número de artistas plásticos, bailarinos e músicos de sua geração.

Antes de apresentar "Diálogos sobre Diághilev" em Rio Preto, o grupo viaja para o México. Marcelo Zamora conta que o grupo vai fazer uma temporada, entre os meses de setembro e outubro, do novo espetáculo do grupo. Trata-se de "Ephemeron", uma coprodução com a companhia mexicana De Inflexion, do coletivo Sur Oeste Escenico.

A criação, segundo o diretor, integra a segunda parte do "Proyectoañox", premiado no Fundo Iberescena 2019 para a coprodução de espetáculos latinoamericanos. "O 'Añox' vem acontecendo desde março, quando a Virtual se estabeleceu na cidade do México para uma residência. Como primeiro resultado, o grupo realizou temporada na cidade de Lima, no Peru, apresentando obras de ambas as companhias, como 'Tempo Singular', da Virtual."

"Ephemeron" é coreografado por Itzik Galili, coreógrafo israelense, e a temporada de estreia fará apresentações nos dias 27, 28 e 29 de setembro, no Teatro Raúl Flores Canelo, na Cidade do México; 9 de outubro, no Teatro de la Ciudad "Esperanza Iris", na Cidade do México; e 16 de outubro, na cidade de Oaxaca de Juarez.

Andressa Miyazato

"Diálogos sobre Diághilev" foi criado a partir de diálogos, correspondências e trabalho de artistas de diferentes disciplinas e países e conta com coreografia de Andressa Miyazato. Rio-pretense radicada na Áustria, a bailarina Andressa está em Rio Preto em uma nova parceria: para a produção de "Loucas mulheres", da Ellos Cia de Dança, de Zilda Arali. O espetáculo venceu o Prêmio Nelson Seixas 2019 e diz respeito às possibilidades de diálogo da dança com outro objeto artístico: a literatura. A obra baseia-se nas obras de Gabriela Mistral, poetisa, educadora, diplomata e feminista chilena, que ganhou o Nobel de Literatura de 1945, e na investigação de elementos que possam tornar ou traduzir a escrita poética e suas imagens em movimento. A previsão é que o espetáculo estreie em 22 de outubro.

Dançar pela Paz

O jornal Diário da Região, que é um dos apoiadores do evento Dançar pela Paz, vai sortear 20 pares de ingressos do evento que homenageará Ana Botafogo, a primeira bailarina do Ballet Municipal do Rio de Janeiro. O sorteio será lançado nesta segunda-feira, 16, no Instagram do Diário.

Realizado pela primeira vez no Brasil, o evento, que é beneficente, reunirá bailarinos e grupos de dança do balé clássico de diversos países num único palco. Desta vez, o Dançar pela Paz destinará toda a renda arrecadada às ações do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil. Os ingressos, que custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia), podem ser comprados na loja Arabesque.

Em Rio Preto, o evento terá a participação de nomes importantes do ballet clássico como a primeira bailarina do ballet do Teatro Municipal de Rio de Janeiro, Claudia Mota, que é considerada uma das profissionais de dança mais prestigiadas do Brasil. Outro nome confirmado é Federico Fernandez, que é o primeiro bailarino do Ballet do Teatro Colón de Buenos Aires.

Uma novidade no evento é a participação dos alunos do Núcleo de Dança da Casa de Cultura interpretando o "Hino Danzar por la Paz", com coreografia de Thais Benites, além da mostra de resultados da oficina Atelier Ladainha, ministrada pela coreógrafa Inglesa Michelle Brown, nos dias 20 e 21 de setembro. A rio-pretense Andressa Miyazato apresentará um solo. A bailarina argentina Irupe Sarmiento, do Augsburb Ballet (Alemanha), também fará uma apresentação.

Os integrantes da Virtual ainda estão na Argentina, onde participam da edição do Dançar pela Paz, que é realizado em três cidades do país da América do Sul. Informações: www.danzarporlapaz.com.