Rio-pretenses respiram ar quatro vezes mais poluído que o recomendadoÍcone de fechar Fechar

ALERTA!

Rio-pretenses respiram ar quatro vezes mais poluído que o recomendado

População deve evitar exposição ao sol, principalmente crianças e idosos


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

As temperaturas em Rio Preto continuam altas e a umidade do ar também apontam níveis preocupantes, principalmente para as crianças e idosos. No site da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), neste domingo, 15, os termômetros registraram às 15h temperatura de 37.1 graus Celsius, com umidade do ar em 22%, nível bem abaixo do considerado ideal pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que é de 60%. 

A cidade também registra ar mais poluído que o recomendado pela OMS. Rio preto registra 39 microgramas de Material Particulado MP 2,5 micrômetros no ar, sendo que ideal sera de 10 microgramas de MP 2,5 por metro cúbico de ar. Isso significa que os rio-pretenses estão respirando um ar quatro vezes mais poluído que o recomendado. 

O engenheiro civil e sanitarista José Mário Ferreira de Andrade, ressalta que pessoas idosas e crianças podem sentir cansaço e dificuldades respiratórias. As pessoas devem evitar esforços pesados ao ar livre. Entre 14h e 18h as concentrações de ozônio estão ficando em níveis muito elevados. Segundo o engenheiro civil, o ozônio é um gás oxidante, sem cor e age provocando inflamações no sistema respiratório humano.

"Não há previsão de chuvas próximas e as pessoas devem se prevenir com hidratação intensa, usar racionalmente a água e evitar queimadas. Prevenir é melhor que remediar", finaliza o Andrade.