Bolsonaro fala em 'varrer os vermelhos'Ícone de fechar Fechar

DISCURSO INFLAMADO

Bolsonaro fala em 'varrer os vermelhos'


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Em visita à cidade de Parnaíba, no Piauí, o presidente Jair Bolsonaro, afirmou, em discurso, que pretende "varrer do Brasil" para a Venezuela a "turma vermelha de corruptos e comunistas" do País. Pela terceira vez em uma semana, o presidente utilizou o "cocô" como metáfora, dessa vez para se referir "à raça de corruptos e comunistas" que, segundo ele, deveriam estar na Venezuela ou em Cuba. Ao utilizar a metáfora, foi ovacionado pela população presente aos gritos de "mito".

"Nós vamos acabar com o cocô no Brasil. O cocô é essa raça de corruptos e comunistas", afirmou o presidente ao microfone. Ele estava na cidade para a inauguração de uma escola batizada com seu nome. Mais cedo, compartilhou em suas redes sociais vídeo exaltando a "recepção calorosa" que recebeu no local.

No vídeo, Bolsonaro é recebido pelo prefeito de Parnaíba, o ex-senador e ex-governador cassado, Francisco de Assis Souza, conhecido como Mão Santa. Os cidadãos presentes entoavam "a nossa bandeira jamais será vermelha".

No discurso, manteve seu ataque ao que ele definiu como "bandidos de esquerda", que, segundo ele, começam a voltar ao poder na Argentina. A afirmação é mais uma referência ao resultado das primárias presidenciais no país vizinho, em que o presidente Mauricio Macri, aliado de Bolsonaro, foi derrotado por Alberto Fernández. "A Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela."