Diário da Região

31/08/2019 - 00h30min

MERCADO DE TRABALHO

Taxa de desemprego é de 11,8% em julho

Total de ocupados cresceu 2,4% em um ano: 2,218 milhões de postos de trabalho

Divulgação/Wilson Dias/ABr O Brasil registrou 1,219 milhão de ocupados a mais em um trimestre
O Brasil registrou 1,219 milhão de ocupados a mais em um trimestre

A taxa de desocupação no Brasil ficou em 11,8% no trimestre encerrado em julho, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados na manhã desta sexta-feira, 30, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em igual período de 2018, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua estava em 12,3%. No trimestre até junho, a taxa foi de 12,0%. A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.286,00 no trimestre encerrado em julho. O resultado representa queda de 0,1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 208,6 bilhões no trimestre até julho, alta de 2,2% ante igual período do ano anterior.

O Brasil tinha 12,569 milhões de pessoas em busca de emprego no trimestre encerrado em julho. No entanto, houve melhora em relação ao mesmo período do ano anterior: há menos 258 mil desempregados ante julho de 2018, o equivalente a um recuo de 2,0%.

O total de ocupados cresceu 2,4% no período de um ano, o equivalente à criação de 2,218 milhões de postos de trabalho.

O contingente de inativos recuou 0,6% em julho deste ano ante julho do ano passado, 409 mil pessoas a menos nessa condição.

O nível da ocupação, que mede o porcentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar, foi estimado em 54,7% no trimestre até julho, ante 53,9% no trimestre até julho de 2018. No trimestre até abril de 2019, o nível de ocupação era de 54,2%.

O Brasil registrou 1,219 milhão de ocupados a mais no mercado de trabalho em apenas um trimestre, enquanto 609 mil pessoas deixaram o contingente de desempregados, conforme o IBGE.

A população ocupada alcançou um recorde de 93,584 milhões de pessoas. Apesar do aumento mais expressivo na ocupação, o contingente de desempregados não recuou mais porque houve pressão da redução na população inativa.

A população inativa totalizou 64,822 milhões no trimestre encerrado em julho, 129 mil a menos que no trimestre anterior.

A massa de salários em circulação na economia cresceu R$ 4,493 bilhões no período de um ano, para R$ 208,627 bilhões, uma alta de 2,2% no trimestre encerrado em julho de 2019 em relação ao mesmo período de 2018, puxada pelo aumento no número de pessoas trabalhando.

Na comparação com o trimestre terminado em abril, a massa de renda real subiu 0,2%, com R$ 354 milhões a mais. O rendimento médio dos trabalhadores ocupados teve queda de 1,0% na comparação com o trimestre até abril, R$ 24 a menos. "A renda média cai com aumento da ocupação via informalidade", explicou Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE.

O trabalho por conta própria alcançou um contingente recorde de 24,227 milhões de brasileiros. Em apenas um ano, o trabalho por conta própria ganhou a adesão de 1,192 milhão de pessoas.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.