Alerta para controlar um 'inimigo íntimo'Ícone de fechar Fechar

Dia de conscientização

Alerta para controlar um 'inimigo íntimo'

Entre os brasileiros, 70% só fazem exame de colesterol após os 45 anos


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Quatro em dez brasileiros adultos têm colesterol alto e aproximadamente 70% só fizeram o exame depois dos 45 anos. Os dados são de uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Cardiologia. O levantamento foi feito no ano passado, com 800 voluntários, e serve como uma alerta neste dia 8 de agosto, Dia Nacional de Controle do Colesterol, que pode levar a complicações de saúde e à morte.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a presença de gordura no organismo não significa doença. O colesterol participa da produção de hormônios, síntese e absorção de vitaminas, digestão e prevenção. O problema é quando os níveis de gordura estão fora do controle.

De acordo com o cardiologista do Instituto do Coração de Rio Preto Percival Trindade, o colesterol de um adulto não pode passar dos 200 miligramas por decilitro de sangue. Depois desse nível, a gordura se transfora em "inimiga" do coração e pode provocar infarto do miocárdio - necrose de parte do coração por falta de circulação de sangue. "É a mesma coisa com a pia de casa, se tiver muita gordura, vai entupir", explica o médico.

Segundo o cardiologista, o problema é agravado com uma série de outros fatores de risco, "obesidade, cigarro, sedentarismo, diabetes, hereditariedade, estresse e alcoolismo", pontuou.

As causas para esses fatores estão nos hábitos do paciente. "A gente até brinca: quando entrar no mercado, ao invés de ir primeiro no laticínio e no açougue, vai nas bancas coloridas", afirmou. "A dieta exemplar para evitar o colesterol alto é a Mediterrânea - gordura equilibrada e muita verdura e fruta", completou.

A médica da UBSF do São Francisco Suellen Lemos reforça ainda a importância das fibras na alimentação (aveia, por exemplo) e a necessidade de tomar até três litros de água por dia, praticar atividades físicas pelo menos três vezes na semana e evitar o estresse com atividades recreativas. "É muito importante também dormir as oito horas de sono por noite."

Para Trindade, o consumo do açúcar também deve ser controlado e minimizado, uma vez que o doce também pode influenciar nos problemas causados pelo colesterol alto. "É um vilão. O diabetes acelera a possibilidade de infarto", afirmou o médico.

Já quem tem casos de infarto em jovens na família, a atenção deve ir além dos hábitos saudáveis. "O recomendado é que a pessoa procure pelo médico o mais cedo possível", alertou.

O empresário Márcio Mendonça tem 58 anos e luta contra o colesterol descontrolado desde os 30. No caso dele, o tratamento é feito para equilíbrio do HDL (High Density Lipoprotein - Lipoproteínas de Alta Densidade), o chamado colesterol bom. O empresário aponta o sedentarismo e os hábitos alimentares como os principais vilões. "O meu remédio, além do medicamento, é a caminhada diária, com 45 minutos de exercício", afirmou.

A dieta recomendada pelo médico passa por frutas, verduras, carnes magras e alimentos ricos em fibras para ajudar na eliminação de gordura. "Quando eu faço o tratamento que o médico mandou, o resultado é fantástico."

Conscientização

Para o cardiologista do Incor, a medicina está mais consciente da importância de pedir exames para diagnosticar o colesterol alto. "Hoje estamos levando essa prevenção para jovens", afirmou.

Na rede pública, Suellen informou que há um protocolo seguido pelos médicos e, em qualquer suspeita, o exame é solicitado. "Obesidade, hipertensão sistêmica, diabetes e síndrome metabólica (cintura abdominal, massa corporal, peso do paciente), erro alimentar e histórico familiar são fatores levados em consideração."

 

O que é

É um tipo de gordura encontrada em nosso organismo, importante para o funcionamento do nosso corpo. Está presente no coração, cérebro, fígado, intestinos, músculos, nervos e pele

Tipos

LDL: Colesterol ruim

Lipoproteína de baixa densidade, que pode se acumular nas artérias e coronárias podendo levar à formação de placas que dificultam o fluxo sanguíneo para órgãos essenciais como coração e cérebro, aumentando risco de infarto e acidente vascular cerebral

HDL: Colesterol bom

Lipoproteína de alta densidade que retira o colesterol das artérias e transporta até o fígado para ser excretado. Especialistas acreditam que o HDL age como um limpador. Um nível saudável de colesterol HDL pode proteger contra ataques cardíacos e AVCs Riscos do colesterol alto AVC - Acidente Vascular Cerebral Infarto Aumento de gordura visceral

O que causa o colesterol?

  • Fator genético
  • Alimentação errada (frituras, embutidos, queijos gordurosos)
  • Sedentarismo
  • Obesidade
  • Tabagismo
  • Diabetes

Riscos do colesterol alto

  • AVC - Acidente Vascular Cerebral
  • Infarto
  • Aumento de gordura viscera

Como tratar

  • Exercícios físicos
  • Boa alimentação (frutas, vegetais, água, alimentos com fibras)