Diário da Região

27/07/2019 - 22h33min

PARA TRABALHAR LIVREMENTE

Com estilo e descontração no ambiente de trabalho

Sem regras de vestimenta e com liberdade para expressar seu próprio estilo, funcionários dizem que se sentem livres e produzem mais. Especialistas encorajam a ideia do "Casual Day", mas avisam: é importante ter bom senso

Mara Sousa 26/7/2019 Bem à vontade, Natalia e Bruno têm liberdade para se vestir como quiserem na empresa
Bem à vontade, Natalia e Bruno têm liberdade para se vestir como quiserem na empresa

Uma rotina de trabalho bastante agitada, a pressão por resultados e a alta competitividade no mercado podem minar a disposição do trabalhador e causar estresse. Mas, algumas atitudes simples podem ajudar a mudar essa situação. Já pensou em ir para o trabalho vestido da maneira que quiser, com a camiseta do time do coração ou até de fantasia? Pois essa é uma prática que algumas empresas de Rio Preto estão adotando como forma de engajar os colaboradores em suas atividades em um ambiente mais leve e descontraído.

Uma alternativa encontrada por essas companhias é o chamado "Casual Day", dia em que os funcionários trabalham mais relaxados, sem o uso de uniforme. Segundo a professora universitária Nizamar de Oliveira, especialista em gestão estratégica de pessoas, as pessoas passam a maior parte do tempo no ambiente de trabalho, por isso é preciso "buscar maneiras de amenizar esses ambientes, seja estabelecendo o Casual Day, usando camisetas de time ou fantasias, para assim melhorar o engajamento e a saúde dos colaboradores, tornando-os mais produtivos."

Segundo o publicitário David Borges, sócio da agência Prospecta, a política da empresa é bastante flexível, especialmente porque a média de idade dos colaboradores está entre 20 e 23 anos. Ele diz que a "galera" tem a liberdade para trabalhar como quiser, operando em um ambiente 100% aberto, onde os colaboradores podem se sentir confortáveis, mas sempre com bom senso. "O que percebemos é uma questão que está atingindo bastante essa geração que está vindo agora. Por ter essa liberdade, eles trabalham melhor e a produtividade de cada um se torna maior", afirma.

A designer especializada em redes sociais Natalia Fragoso Mesquita, que está na agência há dois anos, conta que se sente extremamente confortável por poder vestir o que gosta. "Em empresas anteriores me sentia presa dentro de regras sobre vestimentas formais. Hoje tenho liberdade de ser quem eu sou de verdade e, sem regras, sinto-me 200% mais produtiva, principalmente na minha área, que é criativa", diz.

Já o designer gráfico Bruno Domingues às vezes vai trabalhar usando a camiseta do Corinthians, seu time do coração, e, por isso, sente-se mais à vontade. "Acredito que é muito vantajoso estabelecer essas atitudes nas empresas. Por todos esses fatores que existem, com certeza o meu rendimento é bem melhor", diz.

A diretora-executiva de recursos humanos Ellen Leandra concorda que empresas que estabelecem ambientes descontraídos dão ótimos resultados, porque os profissionais se sentem mais à vontade e a criatividade aflora, mas ela faz uma ressalva: "É preciso entender que o dia a dia na empresa e as responsabilidades devem ser levadas em consideração para que ambos os lado tenha a motivação profissional correta, entrelaçando liberdade com responsabilidade."

Adotando algumas atitudes assim é possível impulsionar os resultados de trabalho de forma significativa, mas é preciso ter cuidado. A professora Nizamar avalia que, para tornar o trabalho menos estressante e mais harmonioso para além das vestimentas, os colaboradores devem estar a alinhados ao mesmo propósitos. "Ao estabelecer maneiras de manter os funcionários engajados, é necessário ter bom senso sempre e não passar dos limites, pois tornar o ambiente mais leve e de descontração implica sempre em saber seguir determinadas regras", finaliza.

(Colaborou Alana Gabriela)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.