Diário da Região

30/07/2019 - 00h30min

ECONOMIA

Veja preço de combustíveis em 81 postos de Rio Preto

Veja pesquisa de preços de combustíveis em 81 estabelecimentos de Rio Preto

Nathane Piloto 29/7/2019 Jean Carlos dos Santos opta pelo combustível mais em 
conta na hora de abastecer
Jean Carlos dos Santos opta pelo combustível mais em conta na hora de abastecer

Um aumento nos preços dos combustíveis pegou os consumidores de surpresa em Rio Preto. Motoristas que estavam acostumados desde junho a abastecer o carro com o etanol por menos de R$ 2,30 e a gasolina por menos de R$ 3,90 agora vão encontrar nas bombas o derivado de cana-de-açúcar a partir de R$ 2,559, e o de petróleo a partir de R$ 3,979.

Pesquisa realizada na manhã desta segunda-feira, 29, em 81 postos de combustíveis de Rio Preto mostra que a alta chega a R$ 0,31 por litro para o etanol (considerando os valores mais baixos) e a R$ 0,13 por litro da gasolina.

Nesta segunda, o etanol mais caro vendido em Rio Preto custava R$ 2,889 o que representa uma diferença de R$ 0,15 em relação ao valor mais alto da pesquisa da semana passada, realizada no dia 22. Naquela ocasião, o etanol mais caro era vendido por R$ 2,739. No caso da gasolina, nesta terça, o litro mais caro saía por R$ 4,499, enquanto no último levantamento feito pelo Diário, o produto custava R$ 4,399, o que representa uma diferença de R$ 0,10.

O consumidor que investir em pesquisa ainda consegue abastecer o automóvel com o litro do etanol por R$ 2,559 - valor mais barato. A gasolina mais barata custa R$ 3,979. A maioria dos postos que integram a pesquisa desta semana vende os produtos pelos valores extremos. O valor mais praticado do etanol é R$ 2,799, encontrado em 43 revendedores. Já o preço mais praticado do derivado de petróleo é R$ 4,299, encontrada em 46 postos.

Quando se comparam os maiores preços do etanol, o que se observa é uma alta de R$ 0,15, já que o litro passou de R$ 2,739 para R$ 2,889. O menor preço teve alta de R$ 0,31, passando de R$ 2,249 para R$ 2,559. O valor mais praticado nas bombas sofreu o aumento mais significativo, subiu R$ 0,50, passando de R$ 2,299 para R$ 2,799. A análise dos preços da gasolina mostra que o menor valor subiu R$ 0,13, passando de R$ 3,849 para R$ 3,979. O maior preço também subiu R$ 0,10, passando de R$ 4,399 para R$ 4,499. O valor mais praticado também sofreu alteração de R$ 0,30, passando de R$ 3,999 para R$ 4,299.

De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro) de Rio Preto, Roberto Uehara, o motivo da alta dos preços foi o aumento direcionado pelas distribuidoras aos postos, e pela paralisação de abastecimento do mercado exterior. "A alta varia de 17% a 23%, um aumento significativo que impediu os revendedores de absorver o repasse. A economia do País também anda parada."

Cálculos

Com a alta dos preços da gasolina e do etanol, é importante pesquisar e fazer a conta de qual combustível é mais vantajoso para abastecer no momento. A conta é simples: o motorista deve dividir o valor do etanol pelo da gasolina. Se o resultado for inferior a 0,70, o etanol ainda é mais vantajoso. A conta deve ser feita nas duas situações, considerando o valor mais barato e o mais caro. Na conta com os maiores valores - R$ 2,889 e R$ 4,499 - o resultado é R$ 0,64. Com os menores valores dos dois combustíveis - R$ 2,697 e R$ 4,099 - o resultado se mantém em R$ 0,64. Ou seja, está mais vantajoso para o motorista escolher o etanol.

Para o supervisor de carga e descarga Jean Carlos Batista dos Santos conseguir economizar, ele precisa fazer uma pesquisa de preço em alguns postos da cidade. "Pesquiso os postos mais baratos e abasteço com o combustível mais em conta, no caso escolho o etanol que ainda é o que mais compensa."

Clique aqui para ver a tabela de preços.

DOC e TED: entenda a diferença e saiba qual escolher

Transferências bancárias são bem conhecidas no mundo financeiro. Vira e mexe, é preciso tirar um dinheiro da conta pra transferir para de outra pessoa em um banco diferente. Parece bem simples até virem as dúvidas: "fazer um DOC ou um TED?", "qual deles é melhor?". O consultor financeiro João Elias Martins explica qual é a diferença entre eles:

  • Transferência Eletrônica Disponível, conhecido como TED, é a transferência em que o dinheiro cai na conta de quem está recebendo no mesmo dia que você fez a operação. Desde que seja feito até as 17h do dia. Depois desse horário, o dinheiro só vai pra outra conta no dia útil seguinte. O consumidor pode transferir a quantidade que quiser;
  • O Documento de Ordem de Crédito, o DOC, é uma transferência mais demorada. O cliente pede em um dia e o dinheiro só cai na conta de quem vai receber no dia útil seguinte. Além disso, com o DOC, só dá pra fazer transferência de até R$ 4.999,99.

As duas modalidades possuem tarifas

  • As duas são modalidades de transferências, e os bancos costumam cobrar a mesma taxa para fazer o DOC ou TED; os valores variam de acordo com cada banco. No site da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) através da ferramenta Star é possível acessar todas as tarifas atualizadas cobradas pelos bancos.

Como fazer um DOC ou TED

  • Na internet, nos caixas eletrônicos ou no próprio banco, o passo a passo é o mesmo. É só saber essas informações de quem vai receber o dinheiro:
  • CPF ou CNPJ;
  • Nome (se quem for receber for uma pessoa física) ou razão social (se for uma pessoa jurídica);
  • Código do banco.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.