Diário da Região

16/06/2019 - 00h30min

Diário da Gratidão

Pessoas e empresas se organizam e promovem o varal solidário

Com a chegada do período mais frio do ano, voluntários e empresas de Rio Preto organizam espaços com doações de roupas e agasalhos para quem precisa

Mara Sousa 14/6/2019 Idalessandra Veríssimo Alves e os pais, Marcenia e Waldecir, organizaram um varal no bairro Solidário: outro está próximo de acontecer
Idalessandra Veríssimo Alves e os pais, Marcenia e Waldecir, organizaram um varal no bairro Solidário: outro está próximo de acontecer

Acostumado ao clima quente na maior parte dos meses, com os termômetros marcando acima dos 35°C, o rio-pretense sofre neste período do ano - entre o fim do outono e o inverno - quando as temperaturas baixam, nem que seja apenas por alguns dias.

O frio não faz apenas a população tirar os agasalhos do armário para se aquecer, faz nascer um movimento solidário, de compartilhamento. Voluntários e empresas, preocupados com a população menos favorecida, que não tem roupas adequadas para enfrentar essa época mais fria, organizam varais solidários.

A ideia do projeto - que pode ser feito por qualquer pessoa - é doar peças de roupa em bom estado e deixar à disposição de quem precisa, na rua mesmo. Dessa forma, a empresária Idalessandra Veríssimo Alves idealizou o varal solidário na rua Nhandeara, no bairro Eldorado.

"A gente tinha alguns sacos de roupa para doar e nunca levávamos em nenhum lugar. E assim foi juntando. Meu pai então começou a organizar o quartinho de dispensa e a separar algumas coisas como rádio, celular, garrafa, e a colocar em frente de casa. Foi assim que nasceu a ideia de fazer um varal e escrevemos um cartaz".

Idalessandra conta que a boa ação durou uma semana e o que não servia mais para aquela família pode ser aproveitado por outras. "Passamos uma corda de uma árvore a outra e colocamos roupas de frio, de criança, roupas velhas, mas tudo em bom estado. Tinha outros itens como travesseiros, sapatos: acabou tudo", disse.

Ela conta que a ação foi muito gratificante para a família. "Uma moça que veio da Bahia pegou uma série de roupas para a família toda. Vimos também pessoas que experimentavam, viam se a roupa servia e levavam só o que precisavam mesmo."

Já pensando em organizar uma próxima edição do varal solidário, a idealizadora da proposta espera doações de pessoas da comunidade, que podem ser feitas na sua casa mesmo, na rua Nhandeara, 2865, no bairro Eldorado. "Agora, o pessoal está mandando algumas coisas e estamos juntando de novo para fazer mais uma vez. Estamos esperando doações para colocar lá e ajudar a quem precisa", concluiu.

No Atacadão Naranjo, no Jardim Yolanda, o varal solidário começou no dia 28 de maio e deve ir até o final do mês de julho. "A pessoa vem e traz a doação. Pode ser roupa de frio, de calor, sapato, qualquer tipo de doação. Deixa nas caixas ou pendura no varal o que couber. Quem puder deixa. Quem precisa retira", explica Maria Isabela, responsável pelo marketing da loja.

Maria diz que a loja optou por fazer o varal solidário depois de alguns anos fazendo a campanha do agasalho. "Achamos mais legal porque quem precisa já pode retirar. É mais rápido. Temos tido bastante movimentação tanto de doações quanto de retirada", disse.

José Evaristo Scaramuzza, do restaurante Ondina Comidaria, na Redentora, diz que já fez o varal solidário por três anos. "As pessoas trocam as roupas. Pegam o que querem e levam embora o que necessitam, além de deixar outra no lugar", diz.

A ideia do empresário é realizar a nova edição do varal solidário no próximo mês de julho. "Escolhemos julho por conta da chegada do inverno. Penduramos cabides dentro do restaurante e as pessoas pegam. A intenção é ajudar aquele que não tem. Temos tanta gente desempregada e às vezes a pessoa está com frio e precisa dessas roupas", finaliza.

Diário da Gratidão

O Diário apoia a iniciativa dos voluntários e empresários que fazem o varal solidário em Rio Preto e até o final deste mês o grupo realiza a Campanha do Agasalho, por meio do projeto Diário da Gratidão.

As doações recebidas serão repassadas ao Fundo de Solidariedade de Rio Preto, que vai beneficiar 39 instituições rio-pretenses, entre asilos, institutos e outros locais que precisam dos agasalhos.

Para fazer a doação e fortalecer essa rede de compartilhamento basta que o interessado compareça à sede Diário da Região, localizada na avenida Feliciano Sales Cunha, 1515, no Distrito Industrial, de domingo a domingo, das 8h às 18h. A única exigência da campanha é que a peça doada esteja em bom estado, para que de fato, possa ser aproveitada. Podem ser doados roupas, cobertores e travesseiros.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Apóss o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Ap�s o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.