Diário da Região

24/05/2019 - 08h53min

SÃO PAULO

Morre cenógrafo e figurinista José de Anchieta

Ele morreu na tarde desta quinta, 23, em decorrência de complicações de diabetes

Reprodução Cacá Rosset teve em José de Anchieta Costa um grande parceiro no teatro
Cacá Rosset teve em José de Anchieta Costa um grande parceiro no teatro

Morreu aos 71 anos, o cenógrafo e figurinista José de Anchieta Costa, na tarde desta quinta, 23, em decorrência de complicações de diabetes. Ele estava internado no Hospital Sancta Magigiore, em São Paulo. O velório segue até as 15h desta sexta-feira, 24.

Nascido em Caruaru, no tempo em que lambuzavam os recém nascidos em tachos de leite, o cenógrafo e figurinista de 71 anos foi batizado com o mesmo nome do patrono do teatro.

A inspiração do nome, entretanto, não veio do padre jesuíta conhecido por realizar as primeiras peças de teatro no Brasil do descobrimento.

De formação religiosa, Anchieta chegou a fazer seminário na adolescência pela determinação do avô holandês, mas decidiu seu futuro nos palcos.

Se o trabalho religioso durou pouco, tão longa é parceria de Anchieta com Cacá Rosset. Ele foi responsável pelo cenário de "O Doente Imaginário", de 1989, apresentado no The Public, de Nova York. Em uma cena, Rosset deixava um olho falso cair e ficava procurando o objeto no meio da plateia. "Ele abria algumas bolsas e de lá saía tudo. Desde revólveres, lingeries e brinquedos sexuais.", disse o artista em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, em 2018.

O sucesso da peça de Molière rendeu um convite do produtor Joseph Papp, o então diretor do The Public. A estreia de "Sonho de Uma Noite de Verão" no Central Park já gerava escândalos antes da temporada começar. Tudo porque o figurino das fadas se resumia a roupas de banho, biquínis, que escandalizou a plateia. Depois vieram, com Rosset, "A Comédia de Erros" e o mais recente "Nem Escravas, Nem Princesas", de Humberto Robles.

Em suas redes, o diretor Cacá Rosset lamentou: "Um cenógrafo genial! Desde 1989 criou todos os cenários do Teatro do Ornitorrinco. O teatro brasileiro perdeu um de seus maiores artistas. Você fará muita falta, querido amigo!"

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso