Diário da Região

03/04/2019 - 17h52min

ECONOMIA

Venda de computadores em 2018 aumentou 7,5%

Pixabay A venda de computadores em 2018 aumentou 7,5%
A venda de computadores em 2018 aumentou 7,5%

O mercado de computadores no Brasil em 2018 cresceu 7,5% em relação ao ano anterior - ao todo, foram vendidos mais 5,5 milhões de aparelhos. As informações fazem parte de uma pesquisa da consultoria IDC Brasil. O estudo mostrou também que mais da metade dessas vendas foram de notebooks: cerca de 4 milhões de dispositivos do tipo foram vendidos ano passado.

O aumento no número de vendas foi acompanhado por um crescimento da receita. A venda de notebooks em 2018 gerou mais de R$ 10,3 bilhões ao mercado, enquanto a de desktops movimentou R$ 3,6 bilhões - os valores representam um crescimento de 17% da receita em relação a 2017. Os preços também aumentaram: os notebooks ficaram 10% mais caros, custando em média R$ 2,6 mil, e o preço dos desktops aumentou 8%, ficando na faixa de R$ 2,2 mil.

O analista de pesquisa da IDC Brasil Wellington La Falce explica a importância dos computadores no mercado: "Ainda não temos um dispositivo que faça tudo o que um computador faz", afirma, "é uma categoria necessária e, por enquanto, insubstituível".

Outro ponto importante do estudo é o dado de que em 2018 foram vendidos 903 mil notebooks para o mercado corporativo, um número 38% maior que o do ano passado.

O crescimento das vendas em 2018, entretanto, foi menor do que no ano anterior: em 2017, o mercado cresceu 15%. Além disso, o desempenho do último trimestre do ano passado decepcionou: as vendas de desktops diminuiu 17% em comparação com o mesmo período de 2017. Para o analista da IDC, a queda se deve à performance baixa do varejo no fim do ano passado, ligada também à data da Black Friday, que não foi tão forte quanto deveria.

A expectativa para o primeiro trimestre de 2019 não é boa: segundo a IDC, é possível que haja uma retração de 7,5% das vendas no período. Um dos motivos para o resultado, segundo a consultoria, é que os estoques do varejo estão cheios devido às vendas baixas no fim de 2018. Além disso, o mercado corporativo deve sofrer queda também, porque as empresas estarão apreensivas em relação à tributação, e na espera da concretização dos planos do governo.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso