Diário da Região

17/04/2019 - 00h30min

In Memorian

De Guaiçara ao MP rio-pretense

Álbum de Família Paulo Norberto Arruda de Paula foi promotor de Justiça por 36 anos
Paulo Norberto Arruda de Paula foi promotor de Justiça por 36 anos

Foi sepultado nesta terça-feira, 16, o corpo de Paulo Norberto Arruda de Paula, que faleceu nesta segunda aos 85 anos. Natural de Guaiçara (SP), ele foi promotor de Justiça por 36 anos, 28 deles em Rio Preto. Desde abril do ano passado, lutava contra um câncer no pâncreas. No fim de março, foi internado na Santa Casa, para receber medicamentos, e acabou falecendo.

Paulo cresceu em Lins e tornou-se advogado na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP). Logo que terminou o curso, retornou para o interior e foi eleito vereador e presidente da Câmara de Guaiçara. Logo foi aprovado no concurso para promotor e renunciou ao mandato. Passou por algumas cidades até chegar em Rio Preto em 1968, onde fez carreira e se aposentou na década de 1990.

Paulo foi casado com Myrian Teixeira Pupo de Paula, de 81 anos, por 57 anos. Com ela teve quatro filhos: Maurício (médico), Luciano (procurador do Estado), Renato (delegado e vereador) e Marcelo (delegado). O promotor também deixa sete netos. Depois da aposentadoria, advogou por algum tempo e se dedicou ao Automóvel Clube durante três mandatos consecutivos na presidência, além de ter presidido o condomínio onde morava e colaborado com causas filantrópicas, inclusive auxiliando a Arprom.

Para a família, ficam os ensinamentos. "Os ótimos exemplos de seriedade, honestidade, respeito ao próximo, preocupação com o bem coletivo e família. Meu pai sempre foi muito de família, sempre nos ensinou a valorizar a família e é isso que a gente vai fazer, cuidar da minha mãe e dos netos", afirma o filho Renato Pupo de Paula.

Em homenagem à memória de Paulo, Eládio e do radialista Hitler Fett, a Prefeitura de Rio Preto decretou luto oficial de três dias.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso