Diário da Região

09/03/2019 - 00h00min

INVESTIGAÇÃO

'Deixa continuar', diz presidente

Em discurso pelo Dia da Mulher, Bolsonaro diz que número de ministros está equilibrado

Valter Campanato/Agência Brasil Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio
Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio

O presidente Jair Bolsonaro evitou comentar a situação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, nesta sexta-feira, 8. "Deixa as investigações continuarem", disse Bolsonaro ao ser questionado se o caso gera constrangimento. Em seguida, o presidente encerrou a coletiva de imprensa. Ele conversou com jornalistas após cerimônia na qual seis embaixadores entregaram as credenciais ao Palácio do Planalto.

Álvaro Antônio é investigado por envolvimento no caso de supostas candidaturas-laranja nas eleições de 2018 em Minas Gerais. Na época, ele era presidente estadual do PSL.

Nesta semana, a filiada ao PSL Zuleide Oliveira acusou Álvaro Antônio de chamá-la para ser candidata-laranja nas eleições 2018. Segundo ela, o ministro teria organizado sua candidatura para que ela pudesse devolver verbas ao partidos, desviando dinheiro público da campanha. O ministro negou a acusação e disse que Zuleide "mente descaradamente". No último mês, outras candidatas fizeram acusações semelhantes.

Na quarta, 6, o ministro do Turismo recorreu da decisão do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que rejeitou o pedido para que a investigação da Procuradoria Regional Eleitoral sobre candidaturas 'laranjas' do PSL em Minas fosse encaminhada à Suprema Corte.

A decisão de Fux atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República, para quem as apurações devem continuar fora da Corte, uma vez que as novas regras do foro definem que só cabe ao Supremo julgar crimes cometidos no exercício do mandato e em função do cargo.

A defesa do ministro do Turismo pede a Fux que reconsidere sua decisão ou envie o recurso apresentado ao plenário do STF. Os advogados de Álvaro Antônio alegam que, como os supostos delitos teriam sido cometidos durante as eleições de 2018, enquanto o ministro exercia o cargo de deputado federal, para o qual foi reeleito, a competência sobre o caso é da Suprema Corte.

Fora do tom

No Dia Internacional da Mulher, o presidente Jair Bolsonaro fez uma piada e disse que "pela primeira vez o número de ministros e ministras está equilibrado num governo". Em sua gestão, há apenas duas mulheres no comando de um total de 22 pastas. "Cada uma das duas mulheres (ministras), equivale por dez homens", disse Bolsonaro em tom de brincadeira.

As duas ministras citadas, Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) e Tereza Cristina (Agricultura), presenciaram o discurso em evento no Palácio do Planalto realizado para celebrar o Dia da Mulher. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, também esteve presente. Além das autoridades, foram convidadas funcionárias do Planalto e do Palácio do Alvorada e da Granja do Torto, residências oficiais da Presidência.

O presidente chegou ao evento ao lado da primeira-dama, Michelle, do vice, Hamilton Mourão, e de sua esposa, Paula Mourão. No início da fala, Bolsonaro cumprimentou os presentes e chamou Paula Mourão de "vice-presidente da República" e Michelle de "presidente da República".

Ele também fez menção a fundamentos da Bíblia Sagrada e disse que, como cristão, acredita que a mulher surgiu da costela de um homem, e a partir das mulheres vieram todos os outros homens. "Está na Bíblia também que a mulher sábia edifica o lar", continuou o presidente.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso