Diário da Região

14/03/2019 - 23h18min

É DADA A LARGADA

Temporada 2019 da Fórmula 1 começa na madrugada deste sábado

GP da Austrália, em Melbourne, com novidades e caras novas

A nova regra implantada pelos organizadores da Fórmula 1 de dar um ponto extra em cada corrida a quem conseguir a volta mais rápida foi bem recebida por todos na categoria. No primeira dia de atividades oficiais em Melbourne, local do GP da Austrália, que abre a temporada de 2019, nesta quinta-feira, com as entrevistas dos pilotos e chefes de equipe, a opinião geral é a de que a ideia é interessante, mas não decisiva para a definição do título.

"São 21 pontos a mais. Será interessante ver como a gente (pilotos) tentará conquistá-los", afirmou o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, dono de cinco títulos da Fórmula 1 e atual bicampeão da categoria.

De volta à Fórmula 1 após nove anos, o polonês Robert Kubica tem a mesma opinião de Hamilton. "Isso poderá abrir cenários interessantes se alguns carros pararem nos boxes na parte final das corridas para colocarem pneus novos a fim de conquistar esse ponto", ressaltou o piloto da Williams, equipe que lutará para, no mínimo, não repetir a vexatória última colocação no Mundial de Construtores de 2018.

Clique na imagem para ampliar  (Foto: Reprodução)

Um dos maiores rivais de Hamilton, o alemão Sebastian Vettel crê que o ponto extra não será decisivo para o campeonato. "Vamos ver o que acontecerá nas primeiras corridas. Não acredito que seja decisivo para o Mundial", comentou o piloto da Ferrari, que tem a opinião compartilhada pelo australiano Daniel Ricciardo, que deixou a Red Bull e se transferiu para a Renault.

A nova regra foi anunciada pela organização da F-1 na última segunda-feira. O ponto extra será dado para o piloto que tiver a volta mais rápida, mas é necessário estar entre os 10 primeiros colocados e não receber punição.

Morte de Whiting

A morte repentina do britânico Charlie Whiting, diretor de provas da Fórmula 1, vítima nesta quinta-feira de um embolia pulmonar, três dias antes do GP da Austrália, abalou o paddock no circuito de Albert Park, em Melbourne. Os pilotos lamentaram muito a perda do dirigente de 66 anos. "O que ele fez por esse esporte, quero dizer, seu comprometimento... Ele realmente foi um ícone", disse Hamilton.

Um dos maiores rivais do atual bicampeão da categoria, Vettel revelou detalhes de seu último encontro com Whiting. "Falei com ele ontem (quarta-feira) e andei pela pista (em Melbourne), nas primeiras curvas, com ele. Difícil acreditar que não estará mais conosco. Era alguém com quem podíamos contar para qualquer ajuda", comentou.

Ricciardo, agora na Renault, disse que o diretor sempre estava do lado deles. "Fez muito pelo esporte. Creio que todos nós vamos correr com muita paixão e emoção neste final de semana. Será uma forma de mostrar o quanto nós éramos sortudos de tê-lo na Fórmula 1."

Clique na imagem para ampliar  (Foto: Reprodução)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso