Adeus, verão!Ícone de fechar Fechar

CUIDADOS

Adeus, verão!

Com o fim da estação mais quente do ano é hora de recuperar os danos causados nos cabelos pelo sol, pelo mar e pela piscina


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O verão se despede oficialmente no dia 20 de março, a estação marcada pelas altas temperaturas, muito sol, praia e piscina pode deixar sua marca nos cabelos. É isso mesmo, o excesso de sol, vento, água do mar e cloro causam danos nos fios, deixando-os sem vida.

Se você é uma dessas pessoas que está sentindo que o cabelo sofreu com os abusos do verão, saiba que há tratamentos que começam pelo couro cabeludo para recuperar a saúde dos fios. “O couro cabeludo é a continuação da nossa pele do rosto. Sendo assim, devemos ter o mesmo cuidado. Ele precisa de uma higienização mais específica e profunda para que o cabelo nasça com mais qualidade e quantidade”, explica dermatologista e tricologista Angélica Pimenta, de Rio Preto.

Para tratar os problemas causados pelo verão ou outros fatores, o dermatologista João Carlos Pereira, de Rio Preto, explica que o primeiro passo deve ser o diagnóstico correto. “Um aparelho de imagem digital pode verificar todos os danos dos fios, além de sua espessura. Para o ressecamento, é indicada hidratação com calor úmido em aparelho específico e produtos proteicos e siliconados de alta complexidade, que recuperam o brilho e a maciez em poucas sessões. No verão, é indispensável o uso de leave-in com filtro solar para proteger os fios e minimizar os prejuízos. Vale ainda ressaltar que os tratamentos indicados dependem do diagnóstico feito pelo tricologista e dermatologista.”

Angélica ressalta que é importante procurar ajuda profissional quando o cabelo começa a mudar de aspecto. “Se tem uma queda maior do que geralmente tem, se existe uma coceira mais frequente, se o couro cabeludo começa a ficar dolorido ou se começa a nascer espinhas. Tudo isso é indício de inflamação e muitos cabelos que caem doentes não nascem mais”, alerta.

Prevenir ainda é a melhor opção

Antes de tratar os problemas, os especialistas ensinam maneiras de evitar alguns desses danos. “Os cabelos sofrem com fotodano (ação do sol) e vão ficando com um aspecto mais envelhecido, ressecado ou até mudam de cor. Quanto mais sol, mais enfraquecidos ficam”, explica a dermatologista e tricologista Angélica Pimenta.

O cabeleireiro Arnaldo Romano, do Romano Cabeleireiros, diz que quando se fala em sol e praia é preciso ter um cuidado especial. “O sal do mar é nocivo para o cabelo, deixa mais duro, dá a sensação de seco, então é importante aplicar um leave-in e outros produtos com proteção. Sempre aconselho, quando for tomar sol não deixar as madeixas expostas. Da mesma forma que passamos filtro solar na pele, é necessário usar produtos específicos que tenham proteção UV no cabelo”, ensina.

A dermatologista Angélica explica que é importante enxaguar os cabelos com água filtrada depois de mergulhar na piscina ou no mar. “Ao invés do que muitos pensam, a água da piscina é muito mais prejudicial aos cabelos do que a do mar.”

A água da piscina pode causar um outro problema: o temido tom esverdeado, especialmente em mulheres com reflexos claros. Isso ocorre, segundo o cabeleireiro Arnaldo Romano, porque acontece uma reação química de sulfato de cobre, um produto azul utilizado no tratamento da água da piscina. "Quando esse produto entra em contato com o cabelo loiro, os fios absorvem e o azul com o amarelo vai resultar em tons esverdeados. Se a pessoa não tiver nada para usar no local, recomendo que ela molhe uma pequena mecha do cabelo e acompanhe, porque o cabelo vai ficar verde nos 5 ou 6 primeiros minutos de contato com a água", explica.

A orientação de Romano para que o problema não aconteça é molhar o cabelo com água potável e aplicar algum óleo ou hidratante, antes de entrar na piscina, isso vai 'envelopar' e proteger os fios. "O cabelo seco é como uma esponja e absorve tudo, principalmente os cabelos loiros que estão processados quimicamente", diz.

O cabeleireiro ainda ressalta que, caso o cabelo fique esverdeado, é necessário procurar um especialista para resolver o problema. "O correto é ir para o salão e fazer uma desmineralização, aí você vai trabalhar com um produto ácido para que equilibre o PF e consiga tirar esse produto de dentro do cabelo." V&A

Couro cabeludo - Para manter a base saudável e produzir fios mais fortes e menos propensos à queda e quebra, deve-se lavar os cabelos com shampoo e condicionador específico para as necessidades do seu couro cabeludo, além de produtos tópicos para estimular a força dos fios. Fios mais oleosos devem ser lavados diariamente para evitar descamação e coceiras. A temperatura ideal é água morna ou fria, pois água muito quente resseca os fios e aumenta ainda mais a oleosidade. Alguns tipos de couro cabeludo necessitam de proteção especial antes de realizar procedimentos químicos. A qualidade e a química correta para seus cabelos também é fundamental

Cabelos - Utilize produtos de alta performance, sempre indicados por um profissional especializado, como shampoo, condicionador, creme hidratante de uso semanal, protetor solar, protetor térmico antes de usar chapinha e secador. Respeite o prazo mínimo de 15 dias entre um procedimento químico e outro (tintura e alisamento, por exemplo). Evite ao máximo o uso de secador ou chapinha

e opte por deixar os cabelos secarem naturalmente. Mantenha o corte em dia para eliminar pontas danificadas. Evite dormir com cabelos molhados, pois a umidade favorece a proliferação de fungos

Fonte - João Carlos Pereira, dermatologista

Em casa, o ideal é você utilizar o produto específico para o seu tipo de cabelo. Lembrando que o xampu só deve ser aplicado no couro cabeludo e o creme no comprimento e pontas

Sempre lavar a cabeça com água fria. Nem se for a última enxaguada do cabelo. Isso ajuda muito a devolver o brilho

Evite dormir com os cabelos molhados e prendê-los quando estiverem assim. Além de contribuir com a queda e quebra dos cabelos, o couro cabeludo molhado fica mais suscetível para o desenvolvimento de inflamações e bactérias

No dia a dia, é importante usar cremes com protetor solar. Tomar o cuidado de sempre aplicar a cada 20 minutos se for entrar na água. Se for ficar por mais tempo, o ideal é passar o creme e fazer uma espécie de coque

Alimentação balanceada, consumo de água e equilíbrio emocional interferem diretamente na saúde do couro cabeludo e dos fios também, por isso é importante analisar cada caso e identificar o que precisa ser mudado. Afinal, nossos cabelos são as molduras do nosso rosto.

Fonte - Angélica Pimenta, da clínica Caiena, dermatologista e tricologista