SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 21 DE SETEMBRO DE 2021
Trânsito

Mais carros e motos do que habitantes

De 2010 a 2018, Rio Preto ganhou 108 mil novos veículos, enquanto a população aumentou em 47 mil novos moradores. Nesse ritmo, a cidade vai ter mais carros do que gente já em 2023

Felipe NunesPublicado em 10/01/2019 às 00:30Atualizado há 07/07/2021 às 09:00
Stéphano Elias da Silva ajudou a aumentar as estatísticas: além da moto que tinha, comprou carro em 2018 (Johnny Torres 9/1/2019)

Stéphano Elias da Silva ajudou a aumentar as estatísticas: além da moto que tinha, comprou carro em 2018 (Johnny Torres 9/1/2019)

Rio Preto vai ter mais veículos do que gente. Pode até parecer absurdo, mas isso pode ocorrer em 2023, caso o crescimento nos índices de veículos e habitantes continuem no mesmo ritmo dos últimos anos. Entre 2010 e 2018, a cidade ganhou 108 mil veículos, o que representou aumento de 38%. Em relação ao número de habitantes, o ganho foi mais modesto. A população pulou de 408 mil para 456,2 mil no mesmo período - um crescimento de 11,7%. Essa evolução desigual pode fazer com que, daqui a apenas quatro anos, a cidade tenha uma frota de 490,1 mil veículos contra 489 mil habitantes, de acordo com os cálculos da professora de estatística da Unorp Regiane Solgon, com base nos números do IBGE e do Denatran.

A média anual de crescimento nos últimos nove anos foi, respectivamente, de 4,8% e 1,4%. Para chegar a esse número, foi necessário dividir a taxa de crescimento pelo número de anos. Seguindo essa lógica, em 2024, a diferença seria ainda maior - de 513 mil veículos contra 495 mil moradores. Com o aumento na frota de veículos, a expectativa de especialistas de trânsito não é das mais promissoras. "Se não existir planejamento e nem criação de alternativas, vai ser difícil", explica o engenheiro civil especialista em estrutura de trânsito Antônio Carlos Doimo.

Em 2010, a cidade contava com uma frota de 279.358 veículos. Em outubro de 2018, esse número subiu para 387.688. Para se ter uma ideia, entre 2017 e 2018 o aumento foi de 9.802. Isso significa que, a cada 52 minutos, um novo veículo passou a rodar nas ruas do município. Já em relação ao número de moradores, o ganho foi menos expressivo. No último ano, a cidade ganhou um novo morador a cada 94 minutos.

As deficiências no transporte coletivo de Rio Preto são apontadas como um dos motivos que incentivam a aquisição de carro ou moto. O administrador de empresas Stéphano Elias da Silva, 31 anos, ajudou a engrossar esses números. Cansado de andar apenas de moto pelas ruas da cidade, no ano passado ele adquiriu um carro e passou a ficar com os dois veículos. "Uso a moto mais para coisas do trabalho, para buscar alguma peça para a empresa ou coisas rápidas. O carro é mais para conforto, para sair e, como tenho um avô com dificuldades de andar, preciso do carro para levar ele para os lugares", conta.

Um dos motivos que levou Stéphano a optar pelos dois veículos foi a experiência negativa com o transporte coletivo. "Eu fazia faculdade e trabalhava. Como dependia de ônibus, eu não conseguia voltar pra casa para jantar antes de ir pra aula, já que na época tinha que ir até o terminal, o que demorava muito", lembra.

Segundo o secretário de Trânsito de Rio Preto, Amaury Hernandes, o município não tem como se readequar para atender ao aumento do número da frota. "O sistema viário tem uma capacidade de escoamento limitada e que não consegue suportar o aumento da demanda de veículos", esclarece. Ainda para o secretário, essa não é uma realidade só de Rio Preto. "O sistema viário das principais cidades do País já está prejudicado em função da falta de espaço para suportar o aumento da venda de veículos", concluiu.

Para Doimo, os veículos de transporte individuais têm um grande apelo, pois oferecem flexibilidade no tempo, o condutor usa a hora que quiser e dão a opção de escolher o próprio itinerário.

De acordo com os números levantados, Rio Preto tem 85 veículos para cada cem habitantes, 77% acima da média nacional (48 veículos para cada 100 moradores).

Medida tem potencial de reduzir preço do seguro de veículo (Mara Sousa 9/1/2019)
 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por