Diário da Região

27/11/2018 - 00h00min

Cartas do Leitor

Carroceiros

Já me certifiquei de que a profissão mais rendosa em São José do Rio Preto é a de alguns carroceiros, porque eles têm destruído as APPs. (área de preservação permanente) do Córrego Piedadinha na zona norte, para acomodar seus cavalos. Invadem as áreas públicas e não têm gastos com aluguel de pastos. Na avenida Antonio Marcos de Oliveira, em frente ao número 1.219, no Residencial Ana Célia, divisa com o bairro Dom Lafaiete Libânio, arrancaram as vegetações ribeirinhas e cercaram o local com madeiras e arame farpado, para acomodar cinco animais e algumas galinhas.

O invasor ainda construiu um casebre fixando uma placa com o nome "American Trote" e colocou um pitbull para tomar conta da área invadida. E a fiscalização da prefeitura não consegue resolver a denúncia de destruição do meio ambiente, desde agosto/2017. Outros são protegidos pela inoperância e ineficácia da guarda municipal, pois deixam seus animais soltos pelas ruas e avenidas, provocando sustos e até acidentes.

Por duas vezes quase fui ferida por um cavalo que apareceu correndo pelos canteiros da praça Magaly Tebar, no Ana Célia, e apesar de ter chamado a Guarda Municipal para recolher o animal, não fui atendida. Tem carroceiro que usa o campo de futebol do jardim Itapema para guardar seu animal, onde ele faz suas necessidades fisiológicas e suas fezes permanecem por ali mesmo, espalhadas. Aliás, alguém sabe me dizer qual a finalidade da Guarda Municipal? De acordo com o estatuto, seria cuidar do patrimônio público. De quem?

Mirian L. R. Marim, Rio Preto.

Câmara

Entendo que cada cidadão rio-pretense fez sua parte durante as eleições presidenciais, cada um defendendo com unhas e dentes seu candidato, o que é normal em um país democrático. Só que eles não devem saber que Rio Preto também está precisando mas do que nunca de uma atenção. Pois se manifestaram tanto pela política federal, mas mostram ausência na política municipal.

No dia 4/12 será escolhido o novo presidente da Câmara Municipal, e o mais cotado para vencer a eleição é um candidato condenado em segunda instância por improbidade administrativa. Um ficha-suja, com o apoio dos mesmos vereadores que nunca tiveram compromisso com a população, nada fazendo de bom pelo social, muito menos pelo coletivo.

Por isso é muito importante o comparecimento dos munícipes para levantar a bandeira da moralidade, da honestidade dizendo "não" a candidato ficha-suja. O Brasil está sendo passado a limpo! Vamos também limpar a casa que é do povo. Vem pra Câmara.

Maria de Lourdes Gonçalves, Rio Preto.

Liberdade

Muito nos traz tranquilidade viver em um País democrático, pois permite que até estrangeiros se vejam em condição de criticar e opinar sobre como deve ou não ser feitas a leis por aqui. Tivemos um período muito turbulento por aqui, pois fomos dirigidos por pessoas da mais alta periculosidade se passando por defensores dos fracos e oprimidos.

Felizmente não há mal que perdure e com isto tivemos nossos direitos reavidos de uma maneira democrática, que foi através do voto elegendo um mandatário respeitado pelo povo e que não se julga acima da lei.

O universo tem dimensão imensa, vai daí que podemos nos deslocar para os mais variados pontos, e essa liberdade nos proporciona visitarmos infindáveis países, dando-nos a opção de eliminar os indesejáveis. Portanto, se você volta ao lugar, significa racionalmente que você se identificou. Então, porque criticar? Faça o óbvio, não volte, não me venha com a desculpa que é uma crítica construtiva.

Aproveito o gancho para me dirigir aos brasileiros, inclusive notáveis muito esclarecidos que dizem que o País vizinho preste a sucumbir é democrático. Por gentileza, mudem-se para lá, o que estão fazendo aqui?

Nossa Nação é muito maior do que qualquer interesse particular, estamos entrando em um estágio de renovação, principalmente no que diz respeito ao promover uma assepsia cirúrgica no interior da máquina administrativa, trabalho que deve ser árduo. Acabou a mamata. Pelegos, procurem maneiras dignas de sobrevivência.

Marcos Reis, Rio Preto.

Advento

Nas correrias e ritmo acelerado da vida moderna, esperar passou a ser um desafio para as pessoas. E o tempo do Advento é o contrário disto, porque significa "tempo de espera", de preparação próxima para a chegada do Menino Deus. São semanas que sugerem contemplação do mistério da encarnação do Verbo de Deus, aquilo que já vinha sendo anunciado pelos profetas no Antigo Testamento.

Esse tempo marca o início do Ano Litúrgico, culminando com o Natal de Jesus. Fazemos uma trajetória de reflexões fecundadas pela leitura atenta da Palavra de Deus. O Senhor nos fala pela Sagrada Escritura e nos convida a seguir seus ensinamentos de forma ativa e com responsabilidade. Ele quer de nós gestos verdadeiros de solidariedade e justiça para construirmos a paz.

No período do Advento realizamos, nas comunidades cristãs, a Novena de Natal. Aquelas que são bem preparadas apresentam uma verdadeira catequese, um anúncio querigmático da vida de Jesus. Provocam um encontro da pessoa com todo o processo da chegada do Menino-Deus, e como uma verdadeira experiência de pré-natal. É a preparação para a chegada de novos tempos.

Dom Paulo Mendes Peixoto, arcebispo de Uberaba, ex-bispo de Rio Preto.

Sugestão

Para os que assassinam esposas ou namoradas, quaisquer que sejam os motivos, sugiro ao novo presidente que consiga do Congresso o endurecimento das penas, criando a pena de morte após a condenação num julgamento, ou a prisão perpétua.

Em ambos casos, a não ser que hajam filhos, tomar seus bens para custear a manutenção na prisão ou criar trabalhos dentro da prisão pagos por indústrias, mas os valores vão para o presídio para sustentar os custos de manter o presidiário.

Mário A. Dente, São Paulo.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso