Diário da Região

08/11/2018 - 21h15min

"NOME SUJO"

Veja dicas para negociar suas dívidas

Com a ajuda do Procon, o Diário listou alguns passos que vão te ajudar na hora de renegociar seus débitos

Arquivo pessoal Arnaldo Vieira, diretor do Procon, dá dicas de como renegociar suas dívidas
Arnaldo Vieira, diretor do Procon, dá dicas de como renegociar suas dívidas

Ninguém gosta de ficar com o “nome sujo”. Ter dívidas é um problema para o bolso e tira o sono de muita gente. Em muitos casos, o acúmulo de contas, aliado aos juros altos, faz com que a dívida se torne uma bola de neve e dificulta o pagamento. Por isso quitar os débitos o quanto antes é o mais indicado e negociar as dívidas pode ser uma ótima alternativa. E para fugir da lista de inadimplentes há várias formas de negociar o pagamento.

“Os bancos e empresas têm interesse em receber esses valores. Por isso orientamos sempre que as pessoas se planejem, procurem os órgãos de defesa do consumidor e economize, evitando compras desnecessárias para conseguir guardar dinheiro e quitar as dívidas”, explica Arnaldo Vieira, diretor do Procon de Rio Preto.

Veja abaixo alguns passos de como negociar dívidas:

Identificar a dívida – O primeiro passo para quem quer negociar uma dívida é identificar o tamanho dela. Levantar todos os valores em aberto e as empresas para quem você está devendo vai ajudar na hora de organizar o pagamento.

Falar com o gerente – Conversar pessoalmente e demonstrar o interesse e a possibilidade de quitar as contas ajudam na hora da renegociação e até mesmo pedir desconto (em casos de pagamento a vista) ou diminuição dos juros. Por isso tenha essa conversa sempre pessoalmente.

Taxa de juros – Verificada a possibilidade de pagar as contas procure negociar o abatimento da taxa de juros. Elas são responsáveis pelo aumento das dívidas e, em muitos casos, os juros acabam se tornando maiores do que a própria conta.

Parcelamento – Em caso de dívidas de valores mais elevados, solicite o parcelamento. Mas fique atento para pagar as parcelas corretamente, caso contrário a empresa pode cancelar essa negociação.

Fuja das armadilhas – Muitas financeiras oferecem facilidade de crédito, mas é necessário ter cuidado para não trocar várias pequenas dívidas por uma única conta, mas de valor bem maior e com juros mais pesados.

Peça ajuda – Muitos órgãos, como o Procon e a Associação Comercial e Industrial de Rio Preto (Acirp) oferecem programas de ajuda a pessoas endividadas. Neles é possível ter orientação profissional para ver qual melhor caminho a seguir na negociação das dívidas.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso