Diário da Região

07/11/2018 - 20h56min

AUMENTO GRADUAL

Cresce o número de mulheres empreendedoras

No último ano mulheres que comandam empresas de e-commerce cresceram 15%

Pixabay Pesquisa aponta que desde 2016 o número de mulheres do mercado de e-commerce vem crescendo
Pesquisa aponta que desde 2016 o número de mulheres do mercado de e-commerce vem crescendo

Cada dia que passa as mulheres vêm aumentando sua representatividade no mundo dos negócios. Seja em lojas físicas ou no mercado online cresce o número de mulheres que decidem abrir o próprio negócio. E os motivos são diversos: satisfação pessoal, independência financeira ou até mesmo a maternidade.

Levantamento feito pela empresa Nuvem Shop, com base em dados de 200 mil lojas virtuais cadastradas na plataforma, aponta crescimento de 15% no número de mulheres que passaram a empreender no mercado e-commerce brasileiro no último ano (julho 2017 a julho 2018). Os dados confirmaram o histórico de crescimento desde 2016, em que o aumento foi de 48,20%; em 2017 foi de 50,30% e este ano o crescimento já chega a 57,60%.

A empresária Luciana Bossato, 41 anos, faz parte das estatísticas. Com o marido passando por tratamento contra o câncer e o nascimento da segunda filha ela teve que “sair” do mercado de trabalho, deixando de ser funcionária e passando a ser dona do próprio negócio. “Pesquisando vi que o mercado do e-commerce era mais vantajoso, pois tem custos mais baixos aliados a praticidade de trabalhar em casa. Assim consigo uma renda, além de poder participar do dia a dia das minhas filhas”, explica.

Ainda segundo o levantamento, o segmento de moda é o que possui mais mulheres à frente das empresas, com 64%, seguido de saúde e beleza, com 58%, casa e decoração, com 45% e eletrônicos, com 23%.

Há um ano à frente da loja Clara & Lívia Personalizados, que vende produtos personalizados, exclusivamente pela internet, a empresária garante que o comportamento do público também mudou nos últimos anos, fazendo com que ele prefira comprar no conforto de casa do que ir até uma loja física. “As pessoas podem pesquisar produtos e empresas sem saírem de casa. Quando você oferece um produto de qualidade, respeita o cliente e cumpre os prazos de entrega, o retorno é garantido”, diz.

Números do e-commerce brasileiro:

Gênero

31 de julho 2016

31 de julho 2017

31 de julho 2018

Mulheres 48,20% 50,30%

57,60%

Homens  51,8% 49,7% 42,40%

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso