Diário da Região

09/10/2018 - 16h07min

NOVAS IDEIAS

As atividades extras realizadas na faculdade

Além das aulas normais, alunos formam grupos com atividades voltadas até para a população

Mara Sousa 5/10/2018 Alunos de Medicina
Alunos de Medicina

Ao entrar na faculdade, as aulas são o foco principal dos alunos. Os trabalhos e provas são peças fundamentais na formação profissional. Mas o que muita gente não sabe, são as atividades extracurriculares que podem ser realizadas durante o curso e pode ajudar a acrescentar ótimas experiências no seu currículo.

Conversamos com alunos de Medicina da Unilago Rio Preto, que nos contaram um pouco de cada atividade realizada pelos grupos de alunos na Faculdade.

C.A.D.R.Y

O C.A.D.R.Y, Centro Acadêmico Dr. Riad Younes, é o grupo de representatividade dos alunos do curso. Eles quem realizam o intermédio entre os docentes e a coordenação.

De acordo com Anadeline Katsumy Hirata Teixeira, que cursa o 8º período e é presidente do Centro Acadêmico, o centro ajuda com as necessidades dos alunos.

“Ele funciona como uma entidade representativa dos alunos perante a coordenação e também atua promovendo eventos, como congressos acadêmicos, e visa trazer para faculdade o que os alunos acham necessário”, conta ela.

Os membros do “C.A” é composto por alunos que são eleitos a cada ano através de uma votação.

As funções desses alunos se constituem em discutir problemas do curso, garantir a representação dos estudantes, fazer a recepção dos calouros, fiscalizar a faculdade e organizar as confraternizações.

Além disso o Centro Acadêmico promove semanas acadêmicas, workshops e congressos que ajuda no aprimoramento de seus alunos.

IFMSA Brazil

É uma organização não governamental que faz parte da comunidade mundial da IFMSA (Interntional Federation of Medical Students). No Brasil, a instituição está presente em 136 faculdades com o curso de Medicina. A Unilago é uma dessas faculdades, onde através dos seus Comitês, realiza atividades de humanização médica e social, além de promover intercâmbios para os alunos.

Esses intercâmbios, auxiliam mais de 1000 estudantes de medicina por ano e funciona enviando um aluno e a faculdade recebe outro de algum país.

A CLEV é outra liga da faculdade que auxilia nos intercâmbios. Atualmente, 5 alunos da Unilago já puderam estagiar fora do pais pela CLEV e no fim do ano mais uma aluna vai para Itália. Em 2019 um aluno vai para o Peru e outro para o Paraguai. Recentemente, a faculdade recebeu dois intercambiarios do Egito que passaram um mês no estágio de plástica com o Dr. Arnaldo Almendros e sua equipe.

Segundo Ana Flávia Lacotis, aluna do 4º período, essa é uma grande oportunidade para os alunos.

“A CLEV é uma ótima oportunidade para o aluno estagiar em outras instituições e países, podendo assim, conhecer mais a medicina”, conta ela.

Na Unilago este ano já aconteceram algumas atividades realizadas pela IFMSA. Em abril aconteceu a ação “HPV: conscientização, prevenção e adesão” no bairro Estância Santa Clara com o objetivo de conscientizar a população local acerca da importância da vacinação do HPV em crianças, como preconiza o Ministério da Saúde, e assim aumentar a adesão às duas doses da vacina, a qual é baixa na cidade.

Em setembro, teve a ação “Setembro amarelo: como vai a sua mente?”, cujo objetivo principal era acolher estudantes universitários da Unilago que estivessem com a saúde mental prejudicada e incentivar a prática de relaxamento e meditação para melhorar o quadro.

A estudante Sarah Beatriz de França Bertolato Pirola, do 8º período e mebro da IFMSA, conta que em outubro as atividades continuam.

“Em outubro, promoveremos 3 dias de campanha a favor do “outubro rosa", mês da conscientização do câncer de mama. O primeiro dia será um Simpósio de Saúde da Mulher e Empoderamento Feminino que contará com três palestras sobre saúde da mulher e câncer de mama, empoderamento feminino e violência contra a mulher. No segundo e terceiro dia, respectivamente, promoveremos uma campanha de prevenção do câncer de mama e de colo de útero em uma UBS realizando o exame da mama e o papanicolau (citopatologico), e uma aula de dança para as mulheres do bairro da UBS incentivando o autocuidado”, explica.

Projeto de Intervenções Maria Renault

O projeto nasceu em 2017, para ajudar áreas carentes promovendo atendimento básico onde o acesso é dificultado. Além disso o projeto ajuda os alunos a melhorar a relação entre médicos e pacientes, dando a oportunidade aos alunos colocorem em prática o que aprendem na faculdade.

O grupo realiza ações em Rio Preto em lugares como supermercados, onde fazem o atendimento para a população.

A estudante Thaynã Alane Amaral Maia, do 6 período explica a importância desse projeto.

“O projeto visa integrar o acadêmico com a população necessitada. Isso amplia a importância dos valores da Medicina”, diz.

COLIG

O COLIG é um órgão composto por todas as Ligas Acadêmicas do curso de Medicina, dirigido pelo Diretor de Ligas Acadêmica da gestão vigente do Centro Acadêmico Professor Doutor Riad Naim Younes (CADRY), sendo este responsável por presidir e coordenar as atividades do COLIG com apoio de coordenadores. Esse órgão promove o desenvolvimento e aperfeiçoamento das Ligas da UNILAGO, oferecendo suporte administrativo e técnico, e ajudando nos principais problemas das, buscando sempre soluções respeitando o princípio de autonomia das Ligas no que for possível dentro das regras estabelecidas em seu Regimento Interno.

As ligas acadêmicas, em sua maioria, são grupos que correspondem as especialidades médicas existentes no mercado de trabalho. Aos alunos que já tenham noção de qual área querem atuar como médicos, as ligas acadêmicas são um aprofundamento para solidificar suas certezas. Para outros que não tem esse discernimento ao entrar na faculdade, é uma boa oportunidade de conhecer ao longo dos anos de graduação as várias opções nas quais podem atuar.

Atlética

A atlética é responsável pelos treinos esportivos da faculdade, além das festas da primeira semana. Organizando os treinos e as preparações para campeonatos como o JUMED, TORMED E LIGAMED, esses campeonatos visam integrar diversas faculdades.

De acordo com Leonardo Previato, do 4º período, os jogos ajudam a integrar os alunos de outros lugares e da própria faculdade, já que as partidas e as festas funcionam como uma junção social desses alunos.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso