Diário da Região

09/10/2018 - 10h44min

Educação

Consciência ambiental desperta estudantes para uma nova era

Aulas sobre os cuidados com a natureza, reciclagem e cultivo de alimentos fazem parte do currículo escolar de um colégio de Rio Preto

Guilherme Baffi 5/10/2018 Horta da COOPEC incentiva alunos no plantio, colheita e compostagem
Horta da COOPEC incentiva alunos no plantio, colheita e compostagem

Sustentabilidade. Essa talvez seja uma das palavras mais importantes e conhecidas dos últimos anos. Muito mais do que uma tendência ou um movimento ambiental, o desenvolvimento sustentável é pautado por ações que cuidem do Planeta e se comprometam com incentivos de cultivo e preservação da natureza.

Mas este pensamento de abraçar e proteger a Terra deve começar desde cedo. Atualmente, muitas escolas têm incluído em sua grade curricular aulas de educação ambiental na Educação Infantil, que através de práticas dentro da comunidade, contribuem para conscientizar crianças sobre a importância da sustentabilidade.

Divulgação Alunos aprendem a como fabricar sabão com o óleo de cozinha
Alunos aprendem a como fabricar sabão com o óleo de cozinha (Foto: Divulgação)
A COOPEC por exemplo, participa de um projeto, desde 2012, que visa trabalhar atitudes sustentáveis e sociais com seus alunos do Ensino Fundamental I e II. O programa foi nomeado ComVida e as ações são definidas por meio de reuniões, em que pais e alunos participam incentivando a consciência ambiental, tanto na escola quanto dentro de casa, com a coleta de materiais recicláveis e óleo, limpeza da escola para o combate à dengue, culinária com alimentos saudáveis e artesanato feito com materiais e objetos recicláveis.

“O projeto contribui para o desenvolvimento de cada criança através dos cuidados com o meio ambiente e a sustentabilidade, aprendendo a reciclar, reaproveitar e reutilizar objetos e alimentos que iriam para o lixo. Isso acontece não só com os materiais, mas também no convívio com as pessoas”, diz Adjane da Silva Oliveira, técnica de laboratório e responsável pelo ComVida.

Divulgação Alunos participam de ação para vender sabão produzido com óleo coletado no projeto ComVida
Alunos participam de ação para vender sabão produzido com óleo coletado no projeto ComVida (Foto: Divulgação)
O programa também recebeu investimentos no plantio de uma horta, em que os alunos participam de todo o processo, desde a preparação do solo até a colheita de alface, tomate, rúcula, salsinha e cebolinha.

“As crianças auxiliam no cuidado e na compostagem. Assim que os vegetais já estão prontos, eles colhem e com a ajuda das turmas de período integral da escola, vendem para a própria comunidade. Com o valor arrecadado, compramos mais mudas e assim nossa horta se mantém”, explica ela.

Para garantir uma boa colheita, os próprios alunos aprendem a como calcular o pH do solo e saber se está propício para receber a semente ou muda.

Além de envolver os pais, a escola, que atua há 26 anos na educação de crianças e adolescentes de Rio Preto, também firmou parcerias com a comunidade para estimular ações ambientais.

“Trabalhamos com a coleta seletiva em parceria com uma cooperativa de lixo da cidade, assim temos um espaço educador e sustentável e acreditamos na reverberação de pequenas grandes ações”, explica a equipe pedagógica.

Outro fator que a instituição busca explorar é seu amplo espaço físico. Com um total de 30 mil m², a escola possui várias áreas verdes com plantas e árvores frutíferas, além de realizar eventos como a Semana da Leitura, Mostra do Conhecimento, Júri Simulado, Show de Talentos, Gincana e Feira das Nações. Esses projetos não só auxiliam na aprendizagem, mas também incentivam atitudes em prol do meio ambiente.

“Os espaços estimulam o desenvolvimento e o aprendizado mais produtivo e prazeroso, já que é possível dispor a turma em diversos tipos de grupos. Isso sem contar a vivência com a natureza e a possibilidade de aulas interativas”, diz Lucas Miguel Pinto, professor de Língua Portuguesa e Redação da COOPEC.

Para Fany Raquel Costa Beolchi, mãe de três alunos da escola, as atividades fora da sala de aula permitem que aquilo que foi aprendido nos livros seja aplicado no dia a dia.

“Percebo a evolução de aprendizagem dos meus filhos nas conversas, colocações e na participação social. Eles têm crescido em conhecimento e detido tudo o que vêm aprendendo, o que eu acho realmente importante”, diz ela.

(colaborou Léo Balducci)

SERVIÇO

COOPEC

Do Ensino Infantil ao Ensino Médio

Rua José Scarpelli Sobrinho, s/n - Jardim Vivendas

Telefone: (17) 3201-0000

www.coopec.com.br

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso