Diário da Região

10/10/2018 - 00h30min

Apagão

Entidades ficam órfãs sem emendas parlamentares

Dirigentes da Santa Casa, HB, Apae, AACD dependiam de deputados de Rio Preto e região, que perderam a reeleição no domingo, para conseguir repasse de verbas do Estado e da União

Johnny Torres/Arquivo Fachada da Santa Casa de Rio Preto, cujo provedor Nadim Cury diz não saber agora a quem recorrer para conseguir verba para o hospital
Fachada da Santa Casa de Rio Preto, cujo provedor Nadim Cury diz não saber agora a quem recorrer para conseguir verba para o hospital

Representantes de entidades filantrópicas de Rio Preto e de hospitais lamentaram o resultado da eleição de domingo, 7, que deixou a cidade "órfã" de representantes na Assembleia e na Câmara Federal. Além da representatividade política reduzida a pó, a derrota dos candidatos estaduais e federais rio-pretenses deverá reduzir os repasses de verbas obtidas por meio de emendas parlamentares para ajudar a custear a compra de equipamentos e serviços de todo o tipo.

O provedor da Santa Casa, Nadim Cury, se disse indignado com o resultado das urnas no município, principalmente, com a votação da advogada Janaina Paschoal (PSL) - uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e do mesmo partido de Jair Bolsonaro -, a candidata a deputada estadual mais votada na cidade, com 29.713 votos. "Estou 'viúvo'. Para quem vou pedir emendas para ajudar a Santa Casa? Esse povo que votou para Janaina (Paschoal) vai pedir dinheiro para a cidade?", afirmou Cury, que apoiou o deputado estadual Vaz de Lima (PSDB), que não foi reeleito para a Assembleia Legislativa.

A diretora administrativa do Hospital de Base, Amália da Rocha Sabbag, disse estar "desesperada" com o esfarelamento da bancada regional. "Fiquei triste ao saber que não teremos ninguém para nos representar e para pedirmos emendas. Como vou chegar no Alexandre Frota (PSL) e pedir recursos? Dificilmente nós seremos atendidos, já que cada deputado tem a sua própria região", afirmou. Frota recebeu 1.684 votos em Rio Preto.

De acordo com Amália, só o deputado federal Sinval Malheiros (Podemos), de Catanduva, destinou R$ 8 milhões em emendas ao HB nos últimos quatro anos. Ele, que não conseguiu a reeleição, recebeu apenas 398 votos em Rio Preto. "Os candidatos que souberam surfar na onda bolsonarista registraram resultados positivos nas urnas de domingo. A minha mensagem e o meu trabalho efetivo por mais investimentos na saúde não teve a mesma força que o discurso da segurança pública", afirmou Sinval em nota.

O provedor do Hospital Bezerra de Menezes, Gracio Tomaz Saturno, afirmou que a entidade vai deixar de receber, em média, R$ 50 mil ao ano. Repasse que já foi feito pelo deputado estadual João Paulo Rillo (PT), outro a não se reeleger. "Esse valor nos faz muita falta. Por sermos um hospital psiquiátrico sempre somos preteridos. O Ministério da Saúde não aprovou repasse das emendas", afirmou Saturno.

Outra entidade que também vai deixar de receber recursos dos parlamentares da região é o Instituto Rio-pretense dos Cegos Trabalhadores. O gerente da entidade, Romiro Pedro da Silva, afirmou que recebeu ajuda de Rillo e, principalmente, de Orlando Bolçone (PSB), que também não conseguiu manter sua cadeira na Assembleia Legislativa.

"O Bolçone é o deputado que mais nos repassa verbas, uns R$ 60 mil em média", afirmou Silva. "Com esse dinheiro, nós compramos equipamentos que são importantes para o nosso atendimento".

O presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Rio Preto, Valdir Nonato, também se queixou da perda de representatividade de deputado estaduais. A região perdeu seis deputados estaduais e um federal após a eleição de domingo.

"Receberemos emendas do Rillo - R$ 50 mil -, do Vaz de Lima - R$ 200 mil - e do Bolçone - R$ 250 mil. A emenda de Rillo por exemplo é para comprarmos um veículo", afirmou Nonato ao dizer que a entidade tem uma despesa de aproximadamente R$ 300 mil por mês. A Apae e as outras entidades contam com repasses, em alguns casos, do governo do Estado e, em outros, da própria União para prestar seus serviços.

A presidente da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) de Rio Preto, Adriane Cirelli, afirmou que os deputados não atuam apenas na liberação de emendas para a entidade. Ela disse que a AACD tenta, com a ajuda de parlamentares, obter uma certidão que ateste o trabalho de filantropia junto ao Ministério da Saúde para reduzir gastos com o pagamento de impostos federais. Parte desses recursos poderiam ser revertidos para o tratamento das pessoas que buscam os serviços prestados pela entidade.

"Ficamos órfãos. Sei a falta que faz um deputado na Assembleia ou na Câmara Federal para atender as reivindicações da população. Em geral, as pessoas não têm noção sobre a importância dessa representatividade política".

Ajuda terá de vir de fora

Sem poder contar com os caciques políticos de Rio Preto derrotados nas urnas, as entidades filantrópicas vão em busca do apoio dos deputados estaduais e federais eleitos na região. Elas miram as emendas dos deputados estaduais Carlão Pignatari (PSDB), de Votuporanga, Itamar Borges (MDB), de Santa Fé do Sul, Sebastião Santos (PRB), de Barretos, além dos federais Geninho Zuliani (DEM), de Olímpia, e Fausto Pinato (PP), de Fernandópolis. A situação, no entanto, não será fácil. O provedor da Santa Casa, Nadim Cury, admitiu que fechou as portas da entidade para Itamar Borges (MDB). "Tinha compromisso com Vaz de Lima. Agora, não sei até que ponto ele (Itamar) poderá nos ajudar", afirmou Cury. "Vamos esperar para ver onde vou passar a canequinha". A partir de 2019, o único representante da cidade será o deputado federal Luiz Carlos Motta (PR). (RL)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso