Diário da Região

07/10/2018 - 13h19min

ELEIÇÕES 2018

Não há urnas fraudadas em Rio Preto

Segundo promotor, não há denúncias oficiais

Mara Sousa 7/10/2018 Eleitores na Escola Estadual Professora Maria Galante Nora, em Rio Preto
Eleitores na Escola Estadual Professora Maria Galante Nora, em Rio Preto

O promotor André Luiz de Souza, de Rio Preto, informou que não há denúncias de fraudes, como as que estão circulando em vídeos na internet, no município. Os mesários estão orientados a realizar atas que reportem toda e qualquer intercorrência. Os erros em urnas, que levaram à troca de alguns equipamentos, são diferentes de fraudes.

Segundo o delegado Bruno Rigotti, da Polícia Federal de Rio Preto, uma mulher reportou à Justiça Eleitoral que quando estava votando a foto do candidato não aparecia. "Não teve nenhuma fraude na questão de digitar número e aparecer outro, não registrar candidato específico, encerrar a votação antes", afirmou. O delegado disse que a eleitora procurou a Justiça Eleitoral horas depois de sair de seu local de votação e que não comunicou o problema ao mesário, como deveria ter sido feito. 

Processamento

A Justiça Eleitoral esclarece que a mensagem que circula em redes sociais e aplicativos de bate-papo sobre a ausência de processamento de todos os votos na urna eletrônica é falsa. A informação falsa trata, principalmente, do voto para presidente, como se a urna não estivesse processando o voto.

São utilizados diferentes modelos de urnas eletrônicas nas seções eleitorais em Minas Gerais, e a velocidade de processamento e posterior encerramento dos votos, após o eleitor apertar a tecla confirma, é diferente de acordo com o modelo da urna eletrônica. A urna mais atual – modelo 2015 – processa os votos mais rapidamente que a urna mais antiga – por exemplo, modelo 2008. Para comprovar, foram feitas filmagens na auditoria de votação paralela em duas urnas, uma modelo 2015 e outra modelo 2008, para que o eleitor entenda como se dá o encerramento da votação e tenha a segurança de que todos os seus votos são devidamente registrados pela urna eletrônica.

A Justiça Eleitoral esclarece ainda que o vídeo que circula na internet, no qual a urna, supostamente, “auto completa” o voto para presidente também é falso. O vídeo não mostra o teclado da urna, onde uma pessoa digita o restante do voto. Não existe a possibilidade de a urna auto completar o voto do eleitor, e isso pode ser comprovado pela auditoria de votação paralela, nos mesmos vídeos abaixo.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso