Diário da Região

05/10/2018 - 23h41min

Esforço Total

Bolsonaro pede voto útil contra o PT para evitar "desgaste" no 2º turno

Candidato diz que sua vitória já no domingo evitaria "desgaste" da 2ª etapa

Johnny Torres 24/8/2018 Candidato a Presidência Jair Bolsonaro
Candidato a Presidência Jair Bolsonaro

A 11 pontos percentuais de vencer a eleição no primeiro turno, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, intensificou a campanha para que eleitores antipetistas optem pelo voto útil em seu favor já neste domingo, 7. Ele quer evitar a ida para o segundo turno, onde as projeções hoje o mostram tecnicamente empatado com Fernando Haddad (PT).

Bolsonaro atingiu 39% dos votos válidos (que excluem brancos e nulos) na pesquisa do Datafolha publicada ontem pelo Diário. Para liquidar a fatura já neste domingo, o capitão reformado do Exército precisa de 50% mais um do total de votos válidos.

Por meio de transmissão ao vivo em seu perfil no Facebook, Bolsonaro disse que sua vitória ainda na primeira parte da votação evitaria "desgaste" no segundo turno. "Você tem como pegar até dentro da própria família, alguém que vai anular o voto ou vai votar em branco ou em outro candidato, que pratique o voto útil, vote na gente. Nós devemos resolver essa fatura no primeiro turno, para não termos o desgaste no segundo turno", afirmou candidato do PSL.

O segundo colocado na corrida presidencial, Fernando Haddad (PT), tem 25% dos votos válidos segundo Datafolha. Com os números apurados pelas mais recentes pesquisas eleitorais, Bolsonaro e Haddad disputariam o segundo turno em 28 de outubro em situação de igualdade. Ambos estão tecnicamente empatados.

Clique na imagem para ampliar  (Foto: Reprodução)

Líder em todas as faixas

O mesmo Datafolha mediu, no entanto, que em uma semana as intenções de votos de Bolsonaro cresceram em todos os segmentos de escolaridade (fundamental, médio e superior), enquanto as de Fernando Haddad (PT) ficaram praticamente estagnadas.

São os mais escolarizados, com ensino superior, que dão maior vantagem ao capitão. Essa porcentagem era de 37% na sexta passada, 28, e saltaram para 44% nesta quinta, 4.

Evangélicos

Quase metade dos evangélicos (48%) diz que optará por Jair Bolsonaro (PSL) no domingo (7) de eleição, segundo a pesquisa Datafolha realizada entre quarta (3) e quinta (4). O capitão reformado vem amealhando apoios entre as grandes lideranças evangélicas do país - do bispo Edir Macedo (Igreja Universal do Reino de Deus) ao pastor José Wellington Bezerra da Costa, que lidera o Ministério Belém, o maior braço daquela que é a maior denominação evangélica do Brasil, a Assembleias de Deus.

Bolsonaro é também o preferido de 35% dos católicos, fatia que lhe dá uma distância mais estreita do principal adversário, Fernando Haddad (PT), que nesse segmento tem 29%. O petista, que no total de votos válidos tem 25%s, perde força entre evangélicos: 18%.

Ciro Gomes (PDT) também é menos querido entre os que professam essa fé: se entre católicos e também no total fica com 13%, é o candidato de um entre dez evangélicos.

Entre esses grupos religiosos, Geraldo Ackmin (PSDB) e Marina Silva (Rede) não desviam muito da pontuação total, de 9% e 4%, respectivamente.

Dos 13 presidenciáveis deste pleito, dois nanicos apresentam variações no limite da margem de erro, e em movimentos opostos.

Cabo Daciolo (Patriota), que profetiza uma vitória com 51% do eleitorado e é adepto do bordão "Glória a Deus!", tem 1% dos votos válidos. Triplica esse placar entre aqueles que, como ele, se declaram evangélicos.

Já com João Amoêdo (Novo) o quadro se inverte: é o escolhido de 3%, mas, quando a sondagem se afunila para o eleitor evangélico, cai a 1%.

A rejeição a Bolsonaro, que se declara católico, é consideravelmente mais baixa entre os que se dizem evangélicos, mesma religião de sua esposa (com quem casou em cerimônia celebrada por Silas Malafaia) e filhos.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso