Diário da Região

01/10/2018 - 19h19min

SERVIÇO

Contratos de TV por assinatura têm queda

Base de assinantes do serviço cresceu em cinco estados, apesar da queda geral

Divulgação Entre o mês de agosto deste ano e julho, a redução foi de 37 mil assinaturas no País
Entre o mês de agosto deste ano e julho, a redução foi de 37 mil assinaturas no País

O número de contratos de TV por assinatura caiu 2,93% em 12 meses, informou nesta segunda-feira, 1°, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em agosto havia 17,79 milhões de contratos ativos do serviço de TV por assinatura, 536 mil a menos do que o registrado no ano passado. De acordo com a Anatel, na variação entre o mês de agosto de 2018 e julho do mesmo ano, a redução foi de 37 mil assinaturas, uma queda de 0,21%.

Apesar disso, os números da agência mostram que, nos últimos 12 meses, a base de assinantes do serviço cresceu em cinco estados. No Ceará, houve crescimento de 6,76%, com mais 26 mil contratos; no Amazonas, aumento de 5,54% e mais 16 mil assinantes; em Mato Grosso do Sul, crescimento de 2,89% e mais 5 mil contratos; no Piauí, aumento de 2,63% e mais 2 mil contratos; e no Tocantins, expansão de 2,13% e mais 915 adesões.

Entre as empresas, os números da Anatel mostram que os quatro maiores grupos de TV por assinatura no Brasil detinham 97,17% do total de contratos ativos em agosto deste ano. A Claro aparece em primeiro lugar, com 49,98% da base de assinantes, com 8,89 milhões de contratos; a Sky, em segundo, com 5,21 milhões de assinantes e 29,30% da fatia de mercado; a Vivo, em terceiro, com 1,61 milhão de assinantes 9,05% de participação, e a Oi, em quarto, com 1,57 milhão e 8,84% do mercado. As pequenas prestadoras da TV por assinatura totalizam 503 mil contratos, somando 2,83% do mercado.

Segundo a Anatel, das grandes prestadoras de TV por assinatura no País, apenas a Oi apresentou crescimento, mais 126 mil contratos (8,7%) nos últimos 12 meses. A Vivo perdeu 25 mil contratos (-1,56%), a Sky, ficou com menos 146 mil (-2,73%) e a Claro, com menos 402 mil (-4,32%). As pequenas prestadoras desse serviço de TV tiveram redução de 89 mil contratos (-15%).

Entre as tecnologias usadas para o atendimento do serviço, em agosto deste ano, mais da metade dos assinantes do serviço receberam a programação por satélite. A tecnologia totalizou 54,55% do mercado, com 9,71 milhões de assinantes.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso