Diário da Região

10/10/2018 - 20h21min

EXPO 2018

Expo Rio Preto abre espaço para os cavalos gigantes

Animais são capazes de arrastar até 4 mil quilos; empresários e comerciantes estão otimistas com as vendas

JohnnyTorres Égua Pine, importada do Canadá, impressiona pelo tamanho; ela é da raça claydesdale e remonta ao período medieval
Égua Pine, importada do Canadá, impressiona pelo tamanho; ela é da raça claydesdale e remonta ao período medieval

Criados há 370 anos, os cavalos gigantes, também conhecidos como cavalos de guerra, carregaram tropas, imperadores, armas medievais, participaram de conflitos históricos, como as duas grandes guerras mundiais, além de ficarem conhecidos por sua extraordinária força e tamanho. Hoje, porém, dóceis, são estrelas de grandes eventos. Pelo segundo ano consecutivo, eles são uma das atrações mais esperadas desta 56ª Expo Rio Preto 2018, que prossegue até este domingo, 14, no Recinto de Exposições Alberto Bertelli Lucatto, com entrada gratuita.

O público tem a oportunidade, nesta quinta, 11, de andar com estes grandões cheios de charme, tanto cavalgar quanto passear de carruagem. Cinco cavalos, sendo um da raça claydesdale, três bretões e uma lusitana estão nesta Expo.

"Trouxemos a maior égua da América do Sul, a Pine. Ela é da raça escocesa, das guerras medievais, chamada de claydesdale e tem um 1,96 metro de altura. É uma raça que está no Brasil há 15 anos. Também teremos os bretões, uma raça de guerra, francesa, e os cavalos do Exército Brasileiro que puxavam os canhões, há mais de 100 anos. São cavalos mais pesados", conta Márcio Narezzi, criador dos animais, que são provenientes do Rancho K e Haras dos Sonhos, de Boituva.

Ainda sobre os bretões, que atendem pelos nomes de Amadeu, Vion e o potro Romeu, Narezzi diz que eles medem de 1,60 m a 1,65 m, mas pesam próximo a uma tonelada. "É um cavalo muito forte que arrasta de 3,5 mil a 4 mil quilos. São chamados cavalos de tiro, assim como o claydesdale, porque puxavam a artilharia medieval, as torres e catapultas".

Além das apresentações de atrelagem, em que os animais puxam as carruagens, os interessados em adquirir os cavalos terão à disposição somente o potro Romeu e a lusitana Normandia, que recebeu esse nome por ser o local onde terminou a Segunda Guerra Mundial".

Exemplares como um lusitano custam a partir de R$ 10 mil, e o bretão a partir de R$ 20 mil. Já o claydesdale começa a partir de R$ 60 mil. A maioria nós vendemos ainda na fase de embrião. Sou o único criador na América do Sul", afirmou Narezzi.

Segundo ele, apesar do tamanho que impressiona e do peso de quase uma tonelada (900 quilos), os animais são extremamente dóceis. "Justamente por conta do tamanho. É uma raça de 370 anos de seleção. Uma das raças mais puras que existem. São selecionados por docilidade, força e altura. Então, a principal qualidade dele é o temperamento".

Maior equino

Entre os cinco cavalos gigantes, certamente quem mais chama atenção é a égua Pine. Importada do Canadá, onde já tinha recebido prêmio de grande campeã, ela é avaliada em R$ 500 mil.

"É difícil de falar o destaque. Tanto a égua quanto os dois bretões adultos (Amadeu e Vion), que também são campeões nacionais, são destaques. Um pela altura, e os outros pela força e tamanho de musculatura. A Pine veio para o Brasil com quatro anos. É uma égua que dá de oito a dez potros por ano, o que gera um faturamento de R$ 400 mil a R$ 600 mil de produção. Os embriões podem ser encomendados e estão na casa dos R$ 40 mil", explicou o criador.

Leilão

Nesta quinta, 11, além da grade de entretenimento, o destaque do dia será o leilão presencial com os gados da raça Senepol, a partir das 20h. Ao todo serão 50 animais leiloados, sendo 20 fêmeas, com valor de R$ 25 a 30 mil, e 30 touros, a partir de R$ 10 mil, e a expectativa é que o leilão renda de R$ 800 a R$ 1 milhão. Também nesta quinta será iniciado o julgamento das raças Gir Leiteiro, Girolando e Nelore.

Ficha técnica

  • Raça: Claydesdale
  • Nome: Pine
  • Nascimento: Canadá
  • Idade: 11 anos
  • Peso: 900 quilos
  • Altura: 1,96 m
  • Valor: R$ 500 mil

Chuva não desanima

JohnnyTorres Máquina em exposição no evento: setor está otimista com as vendas
Máquina em exposição no evento: setor está otimista com as vendas

No primeiro dia da 56ª edição da Expo Rio Preto, a expectativa dos organizadores, expositores e visitantes é a melhor possível, mesmo diante da forte chuva que caiu no Recinto de Exposições na tarde desta quarta-feira, 10, e causou o cancelamento da apresentação da Orquestra de Viola de Rio Preto, que faria a abertura oficial do evento.

"A chuva veio para abençoar. O agricultor e o pecuarista sempre priva pela chuva. Mas a festa está toda pronta. Amanhã (hoje) inicia toda a parte de julgamento e o leilão. Hoje (ontem) já tivemos muita participação na parte da avicultura. A festa está pronta e amanhã é um novo dia. A partir das 8h, os portões estarão abertos e a programação segue normalmente. Está tudo confirmado e esperando a população para dentro do Recinto", disse o secretário de Agricultura rio-pretense, Pedro Pezzuto.

Para Angelin Mussiati, 50 anos, promotor de produtos de Água de Santa Bárbara, a expectativa também é positiva durante os cinco dias de evento. "É nosso segundo ano na Expo. Vendemos máquinas para cultivar e arar a terra. Esperamos que seja muito bom esse ano e que possamos faturar até R$ 200 mil", afirmou.

Leandro Perez, 34 anos, vendedor de tratores, também está otimista. "Trouxemos lançamentos da linha de tratores. Esperamos que seja bem melhor que o ano passado, quando vendemos oito produtos entre máquinas e implementos. Se conseguirmos vender o trator pulverizador, por exemplo, que vale R$ 700 mil, já vamos superar o ano passado", disse.

Entre os visitantes no primeiro dia de Expo, que enfrentaram a chuva para comparecer ao Recinto, o casal de agricultores Luciano Santana, 39 anos, e Alessandra Santana, 37 anos, moradores de Indiaporã, se mostraram animados com o evento. "Sempre comparecemos à Expo. Mas vamos passar só hoje. Viemos em busca de novidades em máquinas e equipamentos", afirmou Luciano.

programação da 56ª Expo Rio Preto - 2018

De 10 a 14 de outubro

  • Recinto de Exposições "Alberto Bertelli Lucatto" -
  • Rua Daniel Antônio de Freitas, 115, Distrito Industrial

Horário de funcionamento do Recinto

  • Das 9h às 23h

Horário de funcionamento da Praça de Alimentação

  • Quarta e quinta 18h às 23h
  • Sexta a domingo 11h às 23h

Horário de funcionamento do Parque de Diversões

  • Quarta a domingo 9h às 23h

Entrada e estacionamento gratuitos

Hoje

Espaço Oficinas

  • Oficinas de danças urbanas - 18h às 19h
  • Apresentação de danças urbanas - 19h às 20h

Atividades

  • Violeiros e modão
  • Fernando Sollo e participações especiais - 19h30 às 21h30

Show

  • Gilvan e Paulo Henrique - 21h30 às 23h

Sexta-feira - 12/10

Atividades especiais

  • Pastoreio de carneiros com cães - 17h30 às 18h

Espaço Oficinas

  • Oficina de pipas e revoada - 16h às 17h
  • Jardim de Cataventos - 8h às 22h
  • Oficina de Pintura - 11h às 12h e 14h às 15h

Atividades

  • Encontro das Princesas - 12h às 13h
  • Expresso Caracol - 18h às 19h30
  • Violeiros e modão
  • João Gonçalo e Juliano - 19h30 às 20h30
  • Kombination - 20h30 às 21h30

Shows

  • Léo Bocalon - 11h30 às 14h
  • Seu Moço - 21h30 às 23h

Sábado - 13/10

Atividades especiais

  • Pastoreio de carneiros com cães - 10h às 10h30 e 16h às 16h30

Espaço Oficinas

  • Oficina de cataventos - 16h às 18h
  • Jardim de Cataventos - 8h às 22h
  • Contação de histórias - 13h às 14h
  • Apresentação de danças urbanas - 19h30 às 20h
  • Oficina de vivência teatral - 11h às 12h
  • Workshop de aquarela abstrata - 14h às 15h
  • Apresentação de danças urbanas - 19h às 19h30

Atividades

  • Bateria da Unesp - 19h às 20h
  • Violeiros e modão
  • Orquestra de viola de Urupês - 20h às 20h30
  • Surpresa encantada - 20h30 às 21h30

Show

  • Dioran e Dioracy e
  • Catira - 21h30 às 23h

Domingo - 14/10

Atividades especiais

  • Pastoreio de carneiros com cães - 10h às 10h30 e 15h30 às 16h

Espaço Oficinas

  • Oficina de pipas e revoada - 16h às 17h
  • Jardim de Cataventos - 8h às 22h
  • Contação de histórias - 15h às 16h
  • Oficinas de danças urbanas - 11h às 12h
  • Oficina de vivência teatral - 14h às 15h
  • Violeiros e modão
  • Naty Lima - 19h30 às 21h

Show

  • Tato e Júnior - 21h30 e 23h

Atividades Permanentes

  • Espaço Escoteiro - 18h às 22h
  • Touro Mecânico - 18h às 22h
  • Espaço Criança - 18h às 22h
  • Cama Elástica - 18h às 22h
  • Feira de Artesanato - 18h às 22h
  • Quarteto Caipira - 19h às 21h
  • Trio do Forró - 19h às 21h
  • 5 x 5 Acústico - 19h às 21h
  • Exposição de artes - 10h às 22h
  • Exposição vacas artísticas - 10h às 22h
  • Backdrop artístico - 10h às 22h
  • Personagens circenses - 18h às 21h
  • Circuito Radical - 17h às 21h

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso