Diário da Região

19/09/2018 - 00h30min

EM DEFESA DE NEY

Edu Gaspar admite ter errado ao chamar Neymar de 'menino'

Coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar admite ter errado ao chamar Neymar de 'menino' e diz que este é o momento do craque do PSG: "É uma oportunidade para que ele dê um passo à frente"

Neste recomeço da Seleção, Neymar é o capitão fixo de Tite
Neste recomeço da Seleção, Neymar é o capitão fixo de Tite

Coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar admitiu que errou ao tratar o atacante Neymar como "menino" em criticada entrevista coletiva após a participação do Brasil Copa do Mundo da Rússia e explicou que o atacante foi escolhido para ser o único capitão da seleção brasileira para ganhar maturidade dentro da equipe do técnico Tite.

"Não é à toa que hoje o Neymar é o capitão da seleção brasileira. Ele já vinha exercendo uma liderança dentro do grupo, desde o primeiro dia na seleção. Talvez ele não mostrasse isso tanto a vocês [jornalistas], mas dentro isso acontecia", justificou Edu Gaspar, em entrevista ao programa "Bem, Amigos", do Sportv, no final da noite de segunda-feira, 17.

Na avaliação do coordenador de seleções da CBF, a escolha foi natural. "Acabou a Copa, nos reunimos para iniciar um novo ciclo e decidimos dar a capitania a um atleta que já exerce a liderança. E é uma oportunidade para que ele dê um passo à frente. Vamos dar a responsabilidade para assumir o tamanho que ele tem, assumir dar uma coletiva. E ele está preparado para isso. O Tite teve uma conversa prévia de mais de uma hora com ele. Não sei se vocês sabiam disso. E o Neymar se colocou à disposição para assumir essa responsabilidade", revelou.

De acordo com Edu Gaspar, pesou também para a decisão o fato de Neymar ter qualidade para permanecer no time titular da seleção a longo prazo, para disputar a Copa do Mundo de 2022, no Catar. "Pensando a curto, médio e longo prazo, até a Copa, qual atleta que poderá estar conosco a maior parte do tempo? O atleta que atinge esse curto, médio e longo prazo é o Neymar, que pode ou vai estar conosco até o final desse ciclo."

Criticado por sua postura dentro de campo, Neymar chegou a se tornar alvo de piadas nas redes sociais durante a Copa do Mundo da Rússia em razão das frequentes quedas no gramado. Adversários apontaram exagero e fingimento nas reações do atacante brasileiro, que se manteve como assunto mesmo após a eliminação do Brasil nas quartas de final, diante da Bélgica.

Pouco mais de um mês depois do Mundial, a seleção voltou a campo para disputar dois amistosos, contra Estados Unidos e El Salvador, em solo norte-americano. E Tite surpreendeu ao anunciar que Neymar passaria a ser o único capitão da equipe. Até então, o treinador vinha fazendo revezamento entre alguns titulares.

'Palavra equivocada'

Edu Gaspar admitiu que cometeu erro ao tratar Neymar como "menino" na coletiva que concedeu após a queda do Brasil na Copa. Na ocasião, o coordenador de seleções disse que o atacante sofria demais. "Não é fácil ser Neymar. É difícil estar na pele dele. Chegar a dar pena em alguns momentos porque o que esse menino sofre não é fácil", declarara Gaspar, na ocasião.

Na noite desta segunda, o dirigente reconheceu o erro. "Quando eu saí da coletiva pós-Copa realmente eu usei uma palavra equivocada, errei da forma que eu me dirigi ao 'menino'. Tentei me corrigir na hora, foi um erro de momento e assumo", afirmou Edu, que manteve o discurso.

"E outra coisa que também assumo é a dificuldade de ser Neymar no contexto de seleções, não nas questões econômica e social, mas no contexto de seleções. Eu convivo há dois anos e meio como coordenador e o Neymar não deu um trabalho a nós. Quando eu falo que é difícil ser Neymar em alguns momentos é porque tem muita coisa que acontece que não é fácil, assim como não é fácil ser Tite. A representatividade deles é muito grande", argumentou.

Por fim, ele revelou que o atacante da seleção foi repreendido pela postura dentro de campo. "Todos os jogadores. O Tite é muito cuidadoso quanto a isso."

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso