Diário da Região

26/08/2018 - 00h30min

NORDESTE

Paredões, grutas e lagoas

Rota das Falésias, no Ceará, envolve 13 cidades e 45 praias repleta de belezas em um percurso de 240 quilômetros

Márcio Alves/Agência O Globo Descanso na Praia de Canoa Quebrada, em Aracati
Descanso na Praia de Canoa Quebrada, em Aracati

Falésias são paredões íngremes formados pela ação do mar há milhões de anos. Elas surgem pela erosão marítima, quando o nível dos oceanos sobe e a água esbarra em áreas mais altas de planalto, desgastando a parte inferior do terreno. Independentemente de como tenham se originado, o que ajudam a proporcionar são paisagens belíssimas e um espetáculo de cores.

A maioria tem um tom vermelho-alaranjado que se destaca no ambiente e contrasta com o céu azul (nesta época do ano, praticamente não chove), mas há também formações amarelas e marrons. O que determina a cor são os minerais encontrados na areia.

A Rota das Falésias foi pensada para durar entre oito e dez dias, mas tudo vai depender do tempo que o viajante quiser permanecer em cada lugar. Uma dica é começar pelo Porto das Dunas, na cidade de Aquiraz, localizada a cerca de 30km de Fortaleza. Para chegar lá, saindo da capital cearense, pegue a CE-040. Mas, atenção, uma vez no local onde as falésias se encontram, só é possível andar de buggy, 4x4 ou bicicleta. Outra dica importante é contratar um bugueiro, pois ele sabe quando a maré está alta ou baixa e, portanto, qual o melhor momento para andar pela areia. Aventurar-se sozinho é um perigo.

Um dos pontos altos do passeio é a praia de Canoa Quebrada, local que une descanso e aventura no município de Aracati, a aproximadamente 160km (duas horas e meia de carro) de Fortaleza. Quem estiver com vontade de apenas curtir o dia de sol, basta chegar, colocar a canga na areia e aproveitar toda a infraestrutura turística oferecida. Para os desejosos de ação, a oferta é grande e nunca faltarão voos de parapente e passeios de quadriciclo e buggy.

Esta, por sinal, é uma das melhores formas de conhecer a região, pois o programa inclui visitas a grutas, lagoas e dunas, e ainda esquibunda e uma tirolesa de 300m de extensão a cerca de 100m de altura. Ela foi batizada de Insano Aéreo em alusão ao brinquedo do Beack Park, cuja queda livre pode chegar a 105km/h em apenas cinco segundos. Ao contrário deste, porém, a atração de Canoa Quebrada não tem nada de radical. Os valores variam entre R$ 150 e R$ 240, dependendo do passeio contratado.

Ainda na região, se tiver tempo antes de continuar na Rota das Falésias, dê um pulinho na Broadway, a rua principal da localidade, que ferve à noite nos fins de semana, com restaurantes e bares com música ao vivo.

Saindo de lá, pegue mais uma horinha de estrada e vá até a cidade de Beberibe, outra região imperdível do trajeto. Das 35 praias cearenses da Rota das Falésias, oito estão lá. Juntas, elas somam 54km. No município, a Praia das Fontes reserva belas paisagens. E é onde está localizada a Gruta da Mãe d'Água, um dos cenários - até hoje os guias fazem questão de lembrar - da novela Tropicaliente, de 1994.

Colado à areia da praia, o Coliseum Beach Resort chama a atenção por sua construção inspirada no Coliseu de Roma, com estrutura rústica e tijolos aparentes. Os quartos rodeiam a piscina de 70m x 20m, de onde se tem uma bela visão panorâmica do mar.

Ainda em Beberibe, outra parada obrigatória é o Morro Branco, a apenas 4km da Praia das Fontes, e onde se encontra o Monumento Natural das Falésias, transformada em área de conservação em 2004 pela Secretaria de Meio Ambiente do Ceará (Semace), e cuja trilha é formada por fendas causadas pela erosão.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso