Diário da Região

01/09/2018 - 00h30min

PROTEÍNA DA JUVENTUDE

Veja quais são os benefícios do colágeno para a pele

Colágeno conquista o público feminino com a promessa de dar estrutura, firmeza e elasticidade para a pele

Freepik/Divulgação Substâncias aplicadas 
na pele podem 
aumentar a produção 
de fibras de colágeno
Substâncias aplicadas na pele podem aumentar a produção de fibras de colágeno

Com o passar dos anos o corpo sofre mudanças. Uma delas é a tão temida flacidez, que incomoda as mulheres e é assunto numa conversa entre amigas. Algumas dizem que tomam colágeno para amenizar o problema. A proteína, de fato, traz benefícios: dá estrutura, firmeza e elasticidade para a pele tanto do rosto como do corpo, segundo a dermatologista Flávia Caparroz, da clínica Renaissance.

Mas ainda existem dúvidas sobre o colágeno, como qual a melhor forma de repô-lo, em quais alimentos encontrá-lo, a partir de que idade deve-se começar a tomar a proteína e de que forma, cápsulas ou em pó, entre outras. As dermatologistas Flávia e Tatiane Batista, da clínica Derm, e a nutricionista funcional Sandra Reis, da Clínica Soul Nutri, esclarecem as principais questões sobre o assunto.

A proteína, segundo Flávia, é importante para manter as células firmes e unidas entre si, "sendo não só importante para a pele, mas também para outros tecidos como a integridade de músculos, ligamentos, tendões e articulações, mantendo a saúde destes".

Tatiane explica que o colágeno representa cerca de 25 a 30% de toda proteína corporal. As dermatologistas afirmam que uma das causas principais do envelhecimento é a perda do colágeno pelo organismo, que ocorre a partir dos 25, 30 anos, quando o corpo passa a perder 1% da proteína ao ano, facilitando a degeneração de tecidos, deixando a pele mais flácida, com linhas de expressão e rugas.

Giulia Figueiredo, 36 anos, consome colágeno diariamente e diz que os efeitos estão sendo percebidos. "Fiz 30 anos e entrei na crise de envelhecer, tinha ouvido falar que era bom. Fui na dermatologista e comecei a usar, percebo que minha pele continua firme, tem um aspecto melhor do que de amigas mais novas que eu e que não ingerem colágeno. Tornou-se um hábito", diz.

Nas farmácias e supermercados é possível encontrar o colágeno em pó, para ser diluído na água ou no leite. Há também a versão em cápsulas. "O recomendado é a ingestão de colágeno hidrolisado ou parcialmente hidrolisado (gelatina), especialmente após os 30 anos. Com o passar dos anos o metabolismo e a síntese de aminoácidos não essenciais tornam-se mais lentos. Sem aminoácidos suficientes o organismo "prioriza" os locais onde eles são mais necessários e algumas regiões como a pele passam a ter importância secundária", explica Tatiane, acrescentando que "embora não exista um consenso na literatura sobre a dosagem de colágeno hidrolisado a ser administrada, recomenda - se uma suplementação de 8g a 10g diária".

Flávia alerta que a quantidade a ser consumida diariamente é de 9 gramas/dia e já inclui a quantidade ingerida em alimentos. "O risco de ingerir mais do que isso é sobrecarregar os rins, porque todo colágeno excedente é eliminado na urina".

De olho na alimentação

A nutricionista funcional Sandra Reis, da clínica Soul Nutri, alerta: "Nada adianta suplementar o colágeno e não ter uma boa alimentação. Quando ingerimos o colágeno é necessário que esse seja digerido e absorvido, para esse processo são necessários vários nutrientes que interagem entre si. Portanto, ingerimos fontes de proteínas para que o nosso organismo produza o colágeno e alimentos que contenham também outros nutrientes como, vitamina A, C e E e o mineral selênio que é importante compor a dieta".

A dica é ter uma boa nutrição e assim o colágeno fará o efeito desejado. Sandra ainda aponta os alimentos de origem animal, como peixes, frango, carne bovina, peles e partes ricas em colágeno, ovos e para quem é vegetariano boas fontes são alimentos ricos proteínas e vitamina C. As melhores fontes vegetais são: cereais (milho, trigo, aveia, arroz, quinua etc) e leguminosas (lentilha, feijões, soja, grão de bico, ervilha etc).

Mas atenção, alguns alimentos atrapalham a formação de colágeno. "O excesso de consumo do açúcar, leva ao aumento de açúcar no sangue, que leva a glicação de várias proteínas, inclusive a proteína colágeno, alterando sua estrutura e portanto função, esse colágeno se torna endurecimento, perdendo o papel de maleabilidade, levando ao aparecimento com mais intensidade de flacidez e rugas, dentre outros sinais", diz a nutricionista, completando que o ideal é ingerir carboidratos integrais, "em quantidade necessária para o dia a dia, além de conterem carboidratos resistentes, ainda fornecem vários minerais para a produção e manutenção do colágeno corporal".

Os tratamentos de rejuvenescimento evoluíram muito nas duas últimas décadas. Hoje com as novas tecnologias existem vários tratamentos para a produção do colágeno que vai variar de acordo com o grau de envelhecimento. "Entre eles: microagulhamento, radiofrequência, laser de CO2, laser fracionado não ablativo e aplicação de bioestimuladores (ácido polilactico). Em casa, há substâncias capazes de estimular a sua produção, como vitamina C, ácido retinóico, ácido hialurônico e ácido glicólico", enumera a dermatologista Tatiane.

Já a dermatologista Flávia indica como o tratamento mais promissor: os bioestimuladores de colágeno. "São substâncias biocompatíveis e bioabsorvíveis que aplicadas na pele produzem reação inflamatória provocando aumento da produção das fibras de colágeno. O tratamento é injetável e pode ser realizado na face, braços, abdômen, glúteos e pernas com o objetivo de melhorar a flacidez e firmeza da pele". V&A

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso