Diário da Região

07/08/2018 - 00h30min

SAÚDE EMOCIONAL

Antropólogo Henrique Lemes coordena palestra sobre meditação

Antropólogo Henrique Lemes desembarca em Rio Preto para falar sobre a meditação, que está diretamente relacionada a qualidade de vida, eficiência no trabalho e sensação de paz

Pixabay/Divulgação Meditar melhora a qualidade do sono e ajuda a diminuir o estresse e a ansiedade
Meditar melhora a qualidade do sono e ajuda a diminuir o estresse e a ansiedade

A meditação, técnica de silenciamento dos pensamentos e conexão com o momento presente e o eu interior, ganhou destaque no mundo inteiro após os garotos e o treinador, ex-monge budista, revelarem que a prática foi uma das alternativas adotadas para contornar a situação de crise dentro da caverna na Tailândia e manter a calma durante os nove dias no escuro até a chegada dos mergulhadores.

Em Rio Preto, a técnica ganha cada vez mais adeptos, que buscam ter melhora do sono, aumento da sensação de bem-estar e da autoestima, eliminação do estresse e ansiedade, assim como estimulo da memória e da criatividade. Homens e mulheres estão colocando em prática algumas ferramentas da prática para ajudar a estabilizar a mente, levando à calma mental e, consequentemente, ao desenvolvimento da sabedoria e da bondade.

Por aqui também é fácil encontrar algumas pessoas que acham que a meditação é algo exotérico e impossível de praticar. O antropólogo Henrique Lemes, tutor do Centro de Estudos Budistas Bodisatva (CEBB), afirma que tudo isso é mito. A prática exige muito foco e concentração. No entanto, qualquer pessoa tem a habilidade de se desligar do mundo externo. Todos podem ficar em silêncio, prestar atenção apenas em si, focar em sua energia e ganhar paz e tranquilidade.

Lemes, que mora em um centro de retiros chamado Jetavana, localizado em São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul, irá desembarcar em Rio Preto nesta semana para falar sobre os benefícios da meditação. Aluno de Lama Padma Samten desde 2004, ele dedica-se a acompanhar a prática de pessoas que desejam se aprofundar no caminho budista. Em Rio Preto, ele coordenará a palestra As bases para o caminho da meditação nesta sexta-feira, 10, às 19h30, no Instituto Alarme.

Por aqui, Lemes vai continuar a sua disseminação dos benefícios da meditação, que é o cerne da prática budista. Segundo o antropólogo, no Ocidente, a prática ainda é muito recente, enquanto no Oriente, os relatos encontrados revelam descrições de praticantes há mais de cinco mil anos, ou até mais tempo que isso. "Cada vez mais, a meditação está sendo estudada pela comunidade científica e ganha comprovação dos benefícios, que inclui bem-estar, equilíbrio e diminuição do estresse. A prática traz equilíbrio para a vida num momento em que pessoas andam muito distraídas e sem tempo para nada."

Na visão do budismo, Lemes afirma que os benefícios do técnica vão além. Além de se sentir bem e equilibrado, o praticante reconhece padrões e impulsos internos. Por meio da meditação, a pessoa passa a se familiarizar consigo mesmo, começa olhar dimensões internas, onde estava simplesmente sendo conduzida e arrastada, que são os chamados padrões kármicos. "Com a meditação, a gente começa a recuperar uma condição de liberdade original, que nunca se perdeu, mas que foi se distraindo. Melhora a saúde, as relações e vai liberando as estruturas kármicas, que gera uma liberdade genuína, e as pessoas conseguem redirecionar às suas vidas."

Na sequência, segundo o antropólogo, as pessoas começam a cultivar qualidades como compaixão alegria, amor e equidade até o ponto em que começa desenvolver mais lucidez em relação a realidade em que se encontra. As pessoas começam a olha a vida sem enganações e nem a partir de rótulos.

Lemes revela que para meditar não é preciso se converter ao budismo, que é uma religião ancestral fundada por Sidarta Gautama. "A meditação também não é algo exótico. A pessoa simplesmente vai aprender a observar como a mente e as emoções funcionam. Hoje, por exemplo, tem uma abundância de material na internet. Além disso, há vários grupos com instrutores para orientar e ensinar como praticar a meditação."

Para meditar é necessário abrir, pelo menos, uma brecha de 10 minutos na rotina diária. "Este tempo já é maravilhoso. Basta sentar no chão, na cadeira ou como preferir. É preciso dar tempo para se desligar e não olhar o celular, por exemplo. Ou seja, não se envolver com nada externo. Você permite que a decantação aconteça, a poeira abaixe e gere estabilidade dentro da gente."

Além da palestra, Lemes também vai promover em Rio Preto o curso A roda da vida e o budismo na vida cotidiana neste sábado, 11, e domingo, 12, no Dojo Mokuso Budo Kyokai. "Ambas atividades são abertas para iniciantes e para quem tem interesse em se aprofundar. Não tem nenhuma contraindicação. Não é preciso acender um incenso e subir numa montanha para meditar. A ideia é revelar como a meditação pode ser incluída no cotidiano e ter liberdade, paz e lucidez. É aprender a ter um olhar mais amorosos em tempos difíceis."

Serviço

  • Palestra As bases para o caminho da meditação, com Henrique Lemes. Nesta sexta-feira, 10, às 19h30, no Instituto Alarme. A contribuição é de R$ 20. Curso A roda da vida e o budismo na vida cotidiana. Neste sábado, 11, e domingo, 12, às 9h, no Dojo Mokuso Budo Kyokai. O investimento é de R$ 130. Informações: (17) 99778-4646 e 98115-8115.

RP terá seu Festival Mundial da Paz

O espaço Namastê - Ayurveda e Yoga vai promover 11 dias de meditação, em Rio Preto, inspirado no Festival Mundial da Paz, com o objetivo de criar uma transformação na consciência humana na direção da paz nos quatro cantos do mundo. De quinta-feira, 9, até dia 19 de agosto, serão realizadas várias práticas em diversos espaços da cidade. Cada encontro será coordenada por um instrutor diferente.

Paralelo ao evento local, outras ações são realizadas no mundo todo. Milhares de pessoas meditam, juntas e ao mesmo tempo para provocar uma mudança maciça na consciência humana. O festival é organizado pelo Campo Oneness - EKAM (conhecido como Templo da Unidade), espaço sagrado indiano, que se dedica a atividades de despertar da consciência.

Camila Muller Marques, terapeuta ayurvédica e instrutora de yoga e meditação, do espaço Namastê, afirma que convidou os instrutores e todas eles abraçaram a causa em Rio Preto. Para participar, basta ir até o local programado do dia. A entrada é gratuita.

O primeiro encontro será realizado no espaço Om Shanti nesta quinta-feira, 9, às 20h. Já na sexta, 10, às 18h30, as atividades serão realizadas no Lila Yoga. No sábado, 11, às 9h, a meditação está agendada no espaço Namastê. Já no domingo, 12, às 9h, na Represa Municipal. A programação completa pode ser solicitada pelo telefone (17) 99612-6529.

Saiba mais

A meditação de atenção plena (Mindfulness) começou a ser desenvolvida pelo Dr. Jon Kabat-Zinn, professor de medicina emérito da Universidade de Massachusetts Medical School, para pacientes que apresentavam quadros de estresse e sofriam de dor crônica. Com o sucesso da técnica, comprovado por sólidas pesquisas científicas, seu uso foi direcionado para outras áreas da medicina, psicologia, ambientes corporativos e para a educação

A prática é um excelente recurso para auxiliar no tratamentos de transtorno de ansiedade e depressão. Também apresenta excelentes resultados em situações de manejo de estresse e aumento do foco e concentração, ajudando nos casos de Transtorno de Déficit de Atenção e Hieratividade (TDAH), estresse pré vestibular, aumento de produtividade e bem estar

Fonte: Etienne Janiake, psicologia e instrutora de yoga e meditação

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso